.
.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Este blogue durante o dia de hoje, encontra-se encerrado por motivos Óbvios.

Imagem surripiada no Blogue /quanto tempo tem o tempo.
Dado o pré-aviso recebido na administração do "Largo das Calhandreiras" em devido tempo, somos obrigados a manter no dia de hoje o respectivo Blogue encerrado. No entanto e se tal se verificar necessário, utilizaremos o que está consignado na lei ou seja, o recurso aos serviços mínimos.

9 comentários:

Rogério Pereira disse...

Pois, também lá a loja vai ter que assegurar os serviços mínimos...

Enquanto a coisa se discute podem trocar impressões com o piquete de greve!

Rogério Pereira disse...

PS: O letreiro foi-me "fornecido" pela mesma organização...

Luís Coelho disse...

Olha amigo eu já fiz todas as greves.
Presentemente preocupam-me os resultados finais assim como os números oficiais correctos e reais porque até aqui aparecem sempre versões diferentes e opostas.
A verdade...?
Penso também que os sindicatos devem arranjar novas maneiras de fazer greve. Isto de ficar em casa no dia da greve....
Quando é que se consegue que a comunicação social esteja ao lado dos trabalhadores e dê um retrato correcto das razões da greve e faça um apoio amplo...?

Pedro Coimbra disse...

Por causa disto?
http://devaneiosaoriente.blogspot.com/2010/11/cronica-de-um-presumido-ataque-de.html

flor de jasmim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Acabamos dos adicionar.
www.concelhodamarinhagrande.blogspot.com

Cigano Rico e farto de Gazeta disse...

É isso mesmo, Viva A GREVE GERAL, que…. começou ontem(dia 23) às 20H ao vivo e a cores, com palavras de ordem e… em directo para as TVs!!!
Ainda hoje numa escola cá da triste paróquia, estava uma? Exma. Senhora Doutora Directora???, ao portão a informar as criancinhas e alguns pais mais incrédulos, “que estavam de greve, não havia aulas para ninguém”, por mim, muitos foram levar os miúdos à escola, pelo simples facto de irem trabalhar, o que até nem é mau de todo, no meio de 11% de desemprego em Portugal, onde aqui ao lado já se está acima dos 30%, é caso para dizer, obrigado Senhor, que bom é, ter ainda trabalho, mesmo ficando a maioria de nós, sem 40 e tal euros do abono (um roubo, praticado de uma forma legal!) e sem direito a reclamar.
O problema é que amanhã, está tudo igual, o mesmo emprego?, as mesmas dúvidas, as mesmas despesas, o mesmo descontentamento, as mesmas necessidades, além do mesmo putrefacto e nauseabundo país.
Até as moscas são as mesmas.
Hoje não importou que o gasóleo e a gasolina estivessem mais caros, as portagens também mais caras, o importante foi irem não sei para onde, para a tal dita e bem-dita greve geral, aumentar os lucros dos mesmos de sempre, ou… irem torrar o que sobra do cartão de credito para Leiria!
Apenas uma greve geral silenciosa, feita diariamente por todos nós, dá efeito, não abastecer nas grandes petrolíferas, atrasar o pagamento das despesas até ao último dia do corte, Água, Luz, Gás, telefone e outros. Agora à séria, mesmo à séria, era ninguém pagar impostos, magoasse muito ou pouco, então sim, a teta não deitava leite e governo central (ministros, secretários de estado, chefes de gabinete, chefes de imprensa, adjuntos, assessores de 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e se calhar de 7ª categoria, assessores de assessores, secretárias de assessores e até motoristas de secretárias, ajudantes de motoristas, órgãos autárquicos e pessoal das publico privadas impostas nas Autarquias, onde a pornografia continua e não é menor, quer seja local, ou regional, ficavam a saber, o que é viver com 650€ e ficarem sem 40 e tal do abono!
Como dizia, o já saudoso “relaxo terapeuta”, .I. calma, respirem fundo, pronto já está!
O pessoal é sereno, burro e agora que já se acabou a vaselina, não faz mal, começamos a rir!

Cigano Pobre disse...

àtão não é que o comprade RICO, até tem razão. Eu aquelas coisas todas que ele diz pra não se fazer eu já não faço... mas onde é que o goberno ia buscar denheiro pra me pagar o rendimento minimo... tá bem tá. Se vem aí aquela coisa do fmi é que acaba mesmo e os burros que ele fala não dão para comprar e vender. Ai Lelo...

Cigano Rico IPC disse...

Mas…oh compadre, qual Ef. M. I, qual quê, então não sabes, se os gajos do Ef. M.I, cá vierem, fica tudo marafado, aquilo é pela maioria de 3 & chiu!
Lá vinham os estádios, os tridentes, o material para combate a incêndios, os sistemas de comunicações, os helicópteros (por onde andarão eles), os Alcochete´s, os Tgv´s, o guito injectado nos BPN´s e ajudas pró BPP, & outras coisas mais…, além do especial aval com carácter de urgência para a compra dos blindados para a Cimeira de 2014, (porque para esta, Jamé!) e 2014 porque atendendo que (2012 USA) e (2014 Marinha Grande (ANTIGA Feis/Mortensen)– Portugalo). Coitados dos moços lá do tal efmi, fartavam-se de pedir explicações do porquê da coisa, e ainda iam pior, do que aquando tinham chegado.
Além de que aquilo lá dos moços do Ef. M. I terem um pouco de estatuto, tipo V.I.P, só aparecem quando vale a pena, aqui neste atoleiro de trampa, não vale a pena, a multa é superior ao valor total dos metros quadrados de Portugal.
Ainda faziam disto a região autónoma de portugal, da República das Offshors of Madeira.
Isto é tudo a ajudar, intão não viste nos canais livres, GREVE GERAL no private não houve, ora se lá estiveram 3.000.000, isso quer adizer que eram funcionários públicos, a descontar os deputados de um certo partido, solidários com a causa. Porque 3.000.000, sempre é melhor e muito mais que 2.999.979 de contestatários. Agora vê lá tu, somos 9.000.000 - 3.000.000= 6.000.000 – 1.700.000 reformados = 4.300.000 – 700.000 (policias, tropa,etc. = 3.600.000 – 2.000.000 jovens/ estudantes =1.600.000 – 750.000 desempregados (fonte BE/PCP) = 850.000 - 849.998 (américas, romenia, países africanos e Ásia) = 2! Isto é, tu e eu temos que levantar a economia deste país e trabalhar mais de noite. Porque andar no gamanço de dia, já os outros andam há 36 anos!
A malta de cá, é mais pró tipo de I.P.C = Importantes Pra Car****, é tudo boa gente.
Aquilo lá da manif, foi esquisito, e sem graça, não vi por lá o contente afidalgado, andavam por lá, o faísca, o nobre, também não vi o garaveto, a minha Zulmirinha, dize, que ele andava pelo Oporto a ver se via manifestantes, como em 1988, se calhar até andava, ela tem sempre razão e não é encartada…
Amanhã vou para até à Malveira e depois ainda tenho que passar por Alcanena, tenho que repor o stock.

Ah amigo, olha lá, não sabes quem tenha para vender relogios armani?
É que se tivesses, levava dois para vender, já dava para o gasoil.