.
.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

“Até Amanhã Camaradas”

Parto como cheguei, com um sorriso irónico.
Obrigado ao Largo das Calhandreiras pela possibilidade que me proporcionou e pelo modo como me acolheu.
Obrigado a todos os que me leram, pela generosidade e pela simpatia que me dispensaram. Nem sempre fui feliz naquilo que escrevi, mas fui feliz a escrevê-lo.
Talvez um dia nos voltemos a encontrar, quem sabe…


Casal da Formiga, 1 de Setembro de 2010 - Dia de Todos os Santos


Relaxoterapeuta (pseudónimo de um sicrano)

19 comentários:

Anónimo disse...

Até Sempre Fernando Lopes.

Anónimo disse...

Não é Fernando Lopes, pá é Fernando Pedro o intelectual do Casal da Formiga.

Acintoso disse...

Sinceramente fico triste com a despedida!
Obrigado Relaxoterapeuta pelos excelentes momentos...
Mas tem a certeza de que é uma despedida sem retorno? Espero bem que não. Vai fazer-nos falta...
Até sempre e obrigado de novo.

Fê-blue bird disse...

Vou sentir a sua falta!
Espero encontrá-lo brevemente, por aqui ou em qualquer lugar onde possa ler o que escreve, conte comigo.
Até sempre!

Beijinhos

Anónimo disse...

Cá para mim foi contratado pelo Director Encartado...

Anónimo disse...

Ora aí está uma atitude inteligente. Apenas peca por tardia. E falta que ele(a) faz???

Flor do Liz disse...

Muito obrigada pelos seus textos, espero que volte, que não seja um adeus definitivo.
O Senhor foi feliz a escrever e, os que o apreciavam foram felizes a lê-lo.
Muito bem haja pelos bons momentos que nos proporcionou.

Apartidário disse...

Tenho pena que o Relaxoterapeuta deixe de nos apresentar os seus textos.
Independentemente de nem sempre concordar com os seus pontos de vista, apreciava qualidade das suas prosas que transpereciam um grande respeito pelos outros.

Infelizmente, essa não é regra neste forum, como se pode atestar por alguns comentários infelizes e ordinários neste post e nos post publicados pelo relaxoterapeuta.
Seria que um desses anónimos tivesse um "nickname" regular para conhecermos a coerência das suas ideias.

Este forum fica mais pobre!

António M. disse...

Diria que é uma saída sem brilho nem glória, à exacta medida da medicridade do conteúdo e da verborreia da forma do que aqui foi escrevendo. Não deixa saudades.

Anónimo disse...

Provavelmente o Relaxaterapeuta, cansou-se de dar pérolas a alguns do "porcos" que insistem em só cá aparecer para chatear.
De facto Largo fica mais pobre.

Flor do Liz disse...

A profissão desses "porcos" é chatear,
e pessoas com nível não interessam, são incomodas

António M. disse...

Reafirmo o que disse: sem brilho nem glória!!! Se isto é algum insulto, vou ali e já venho!!! É caso para devolver aos porcos as famosas pérolas, que mais não passam
do que cascos, daqueles que se escolhiam na casa da Canária, que foi abaixo por causa do Polis.

Boa continuação e muitos roncos!!!!

Vento Norte disse...

Se o conteúdo das "crónicas" do Relaxoterapeuta era mediocridade e verborreia, o que dizer destes tristes e infundamentados comentários? Que quer dizer o António M.? E porque se inclui ele próprio nos porcos a quem o anónimo acha que o Relaxoterapeuta atirava pérolas?
Não sei quem é o “sicrano” do pseudónimo Relaxoterapeuta, mas se ele tem que se ir embora e ainda por cima, como veio "com um sorriso irónico" os seguidores aqui do Largo, talvez a sua grande maioria, gostariam de saber onde podem continuar a deliciar-se com as suas prosas.
Nem sempre estive de acordo com o conteúdo, mas a ironia fina do estilo, as suas caricaturas mordazes de personalidades e situações e até a capacidade de se expor a si próprio sem medo do ridículo, fizeram com que ganhasse a minha admiração e que esperasse os seus textos com expectativa.
Para além do mais, teve a dignidade de se despedir. Não saiu “sem brilho nem glória” pela porta dos fundos, mas antes pela porta por onde entrou e, como disse, “com um sorriso irónico” que duvido se destine aos seus criticos insultuosos, a quem sempre deu a resposta adequada: Desprezo.
Por onde anda agora? Alguém sabe?

ai ai disse...

Subscrevo tudo o que escreveu o "Vento Norte"
Apenas acrescento. A ninguem ocorreu que há várias razões possíveis. A ninguem ocorreu que a vida não é efemera. Espero que não seja por motivos de saude, mas entre as várias hipoteses, esta foi uma das que me ocorreu. Espero sinceramente que não.
Caro Relaxaterapeuta, aconteça o que acontecer, vai ser sempre recordado pela pessoas de boa fé que liam os seus excelentes escritos e com eles aprenderam muito e como disse."Talvez um dia nos voltemos a encontrar, quem sabe…"

Prontos disse...

... e lá continua o velório...!!!

Flor do Liz disse...

Vento Norte,
O Relaxoterapeuta também publica, de quando em quando, textos no Jornal da Marinha Grande, quem sabe, se agora não o irá fazer semanalmente.

Dr. Sérgio Vento disse...

eh... eh... eh...

Fonte Segura disse...

O Relaxoterapeuta é o Tozé Ferreira.

Anónimo disse...

CAMBADA DE PALHAÇOS!!!!!!!!!!!!!!!!