.
.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Revista de Imprensa




Marinha Grande - Antiga fábrica vai ser requalificada

Foi aprovada a reabilitação das instalações da antiga Fábrica da Resinagem da Marinha Grande, junto à Praça Guilherme Stephens.

A reabilitação do edifício, localizado em pleno Centro Histórico da Marinha Grande, visa essencialmente a sua recuperação, mantendo a estrutura actualmente existente, atribuindo-lhe uma nova função adaptada à actualidade (espaços multifuncionais destinados a comércio, serviços e à área cultural).
O conteúdo programático do projecto de reabilitação engloba alguns serviços da autarquia, uma zona de front-office e outra de back-office. A zona de front-office, de atendimento ao público, vai situar-se na fachada principal do edifício, sendo os restantes serviços concentrados na ala nascente e distribuídos em 2 pisos.
A obra vai iniciar-se em Janeiro do próximo ano e um tem custo estimado em 4 milhões e meio de euros.
Dado que o nosso Largo é frequentado por leitores que eventualmente não conhecem o edificio em causa, procuramos ilustrá-la com uma foto, o que não foi possível na altura e agora apenas encontrámos duas fotos antigas do edificio da resinagem, uma no interior e outra no exterior. Claro que a surripiamos a outros dois blogues, que por lapso não registamos e por isso só, não os mencionamos, agradecendo no entanto.

7 comentários:

Apartidário disse...

Caros amigos Calhandreiros,

A contundencia deste bitaite não tem qualquer outro objectivo que não seja alertar os nossos autarcas (democráticamente eleitos) para aspectos esssenciais que julgo não estarem a ser considerados na governação.

Continuo sem vislumbrar neste executivo uma linha estratégica de actuação.

Muito mal vai a organização que não defina as suas prioridades e o seu enfoque para determinado mandato. Acaba por mexer em tudo (ou em nada , como é o caso) e não fazer nada de significativo.

Nem sequer nunca nos anunciaram sabemos qual a VISÂO que têm para o nosso concelho. Será que têm alguma?

Depois não sabemos quais as prioridades. Por exemplo, o que é que é mais importante?
-reforma dos serviços administrativos do município?
-do apoio (não me refiro subsídios!) ao desenvolvimento económico?
-politica social para redução do impacto da crise (ex: a redução do IRS e o subsidio de natalidade não cabem em nada!)?
-vias de comunicação (ex: variantes, ciclovias)?
-Bem estar dos munícipes (piscina? saneamento básico?)?
-promoção do turismo (ex: este Verão a Câmara não fez acontecer nada nem em S. Pedro nem na Vieira)?
-etc, etc

Não existem meios para fazer tudo. Mas com os meios que têm o que é que pretendem fazer?
Ou vamos continuar sem medidas de fundo e com o anuncio de medidas avulsas.

Depois a oposição …
O PC critica o aumento das taxas que eles já deveriam ter actualizado. Se o tivessem feito agora não tinha necessidade de criticar.
O PSD não existe.

Ana Brito disse...

Comissão de Moradores do Largo das Calhandreiras
A nossa zona é, por excelência, uma bela marca de pinheiro em pé e ao longo dos tempos foi-se alterando o sistema de fazer "ferida" para obter a sangria da resina. O Pinhal do Rei contribuiu para o desenvolvimento económico e laboral das populações e a Antiga Fábrica da Resinagem da Marinha Grande enforma e conforma o património cultural e industrial e foi, também, palco de bailes e sessões de cinema que pairam na memória colectiva e que muito animaram a Praça Stephens em pleno Centro Histórico. Hoje, concebe-se uma requalificação que desejamos ser uma propriedade que remodela o "objecto" atentos a que faça convergir sensibilidades contributivas para o desenvolvimento da cidade.
Saudações
Ana Brito

Fê-blue bird disse...

Mais outra boa notícia no Largo.
Parabéns!

Beijinhos

Flor do Liz disse...

Boa noticia, mãos á obra.

Beijos

Isa GT disse...

Tudo o que seja recuperar é uma boa notícia, só espero que essa remodelação seja feita por empresas portuguesas porque não sei se sabe as espanholas andam por aí e têm isenção de Iva e ainda pior... usam mão de obra vinda de fora.
Algumas daquelas pequenas coisas que me preocupam neste país ;)
Bjos

Anónimo disse...

Por favor não anunciem mais medidas virtuais.Isso já me parece uma daquelas do nosso vereador Contancio.De facto este executivo não tem estratégia e nem sabe muito bem o que anda a fazer.
Precisamos tal como diz o pensador mor,que agora está muito calado de outra visão.
Mas depois daquela conferencia do jornal´tudo ficou em aguas de bacalhau.Cá para mim também se deixou comprar.É pena porque o rapaz podia ir longe não vosse o seu egocentrismo.

Anónimo disse...

Parece uma ideia com um impacto positivo no MANTER o centro da cidade com motivos para visitas dos habitantes, só por isso a minha satisfação!

Espero, desejo e acredito que as obras de recuperação preservem e respeitem o edificio, para não aocntecer como na IVIMA, onde um telhado em "folha de serra" destrua o edificio da fábrica!

Vamos em frente, e esperar que tudo corra nos timmings esperados e com os resultados sejam como os esperados.