.
.

terça-feira, 9 de outubro de 2007

"A Luta Continua"

Barros Duarte mantém presidência à revelia do partido

O presidente da Câmara da Marinha, João Barros Duarte, continua a exercer funções a tempo inteiro, apesar da estrutura local do PCP ter anunciado, no dia 3 de Outubro, que o autarca iria renunciar ao cargo, e que, no dia seguinte, o lugar seria ocupado pelo vice-presidente Alberto Cascalho.
Ao que o Diário de Leiria apurou, Barros Duarte tem desempenhado diariamente as tarefas normais de autarca, incluindo reuniões com os munícipes que pretendem ver resolvidos alguns dos seus problemas.
O autarca entra pela manhã nas instalações da edilidade e, durante o dia, desdobra-se em reuniões no exterior para tratar de assuntos relacionados com o município.
Ontem de manhã, o edil esteve na autarquia a dar seguimento ao expediente diário e à tarde regressou à câmara para prosseguir o trabalho de gabinete, tal como tem feito desde o início do mandato.
Até ao fecho desta edição não foi possível obter um comentário de Barros Duarte sobre as razões que o levam a continuar a exercer as funções de presidente, quando a estrutura local do partido anunciou, em conferência de imprensa, que o cargo seria ocupado por Alberto Cascalho.
Nessa altura, os responsáveis pela estrutuura local do partido, afirmaram “que o camarada João Barros Duarte, de acordo com o PCP, e correspondendo a uma questão há muito colocada, deixará a presidência da Câmara a partir do próximo dia 4 de Outubro, sendo substituído pelo camarada Alberto Cascalho, actual vice-presidente".
Filipe Andrade, coordenador da CDU, apontou a necessidade de renovação e a idade de Barros Duarte (73 anos) como as causas para esta substituição. Referiu ainda que existia um “acordo” entre o partido e o autarca - desde as Eleições Autárquicas de 2005- que previa a sua substituição, apesar de “não ter sido definida uma data”.
Os dirigentes locais do partido elogiaram o trabalho de Barros Duarte à frente do município nos últimos dois anos, por ter dado “expressão ao projecto autárquico do PCP”.


Alberto Cascalho continua número dois


Na conferência de imprensa, Alberto Cascalho (vice-presidente) proferiu um discurso na qualidade de presidente da autarquia, ao anunciar que o Executivo de coligação PCP/PSD poderá ceder pelouros aos restantes partidos, após uma “avaliação política do trabalho realizado nos vários sectores”. “O que está em causa é a gestão dos destinos do concelho, até porque o estado das finanças (do município) é bem mais negro do que aquilo que os comunistas estavam à espera quando ganharam a autarquia”, explicou Alberto Cascalho.
O cargo de vice-presidente deveria estar a ser ocupado pelo ex-dirigente sindical Sérgio Moiteiro, mas como ainda não foi entregue oficialmente a renúncia ao cargo, Alberto Cascalho continua a ser o número dois no Executivo camarário.
O Diário de Leiria não conseguiu, até ao fecho da edição, obter uma reacção de Filipe Andrade, coordenador local do PCP, sobre a posição de Barros Duarte, em manter-se na presidência da autarquia.
João Paulo Pedrosa, vereador do PS na autarquia marinhense, considera que cabe ao PCP resolver o problema criado por João Barros Duarte.

(Diário de Leiria)
.
..

17 comentários:

Anónimo disse...

Não terá chegado a hora desse tal de Cassete Cascalho ganhar um pouco de vergonha na cara, conjuntamente com os seus colegas PCP's (Saul, Guerrilhas, Filipe Andrade, Chico da Junta, etc..) sim todos que os armaram esta barracada apresentarem a sua demissão para bem do PCP e da Marinha Grande.
É que no PCP existem muitas pessoas competentes, pq estes ja mostraram a sua incompetencia.

avatar-braço direito do homem disse...

Bom dia.
Parabéns pela música, isto até dá música...

Estou aqui a despachar com o Presidente, numa manhã soalheira, só para dizer que nós (ele) continua como Presidente, vamos embora, mas no nosso tempo, estamos a pensar quando o tempo virar e for mais agradável ficarmos em casa porque não queremos ver a casa a arder.

Isto há dois mundos, o do sonho e o da realidade, Cascalho sonha ser presidente, Duarte realmente é presidente, eheheheh!
Mas atenção o Cascalho nada tem a ver e haver com isto, outro terá a ver e a haver, e como estragou tudo pois já desde o ano passado, e isso foi avatado por mim, estava certa a saída do Duarte, tanta pressa em mandar o homem embora, mas porque será? lá devem querer ir todos a pé até Fátima e acham que se atrasam se levarem o Duarte...
ehehehehe!

Ai como a realidade é divertida, em breve (senão for antes) voltarei com novidades, um dia antes, na noite anterior ao facto.

Está a tocar o telemóvel do Presidente:
Avatar, atende aí,
Ó sr. dr. prof. vereador presidente, como está?
- Já convenceu o homem a sair?
ó sr. dr. deixe-nos estar aqui mais um bocadinho que já lhe entregamos a cadeira e fique descansado que deixamos a cadeira como nova... mais nada?
- Já agora, ajude-me, pergunte ao ex-presidente que folhas devo comprar para o meu gabinete, de linhas ou em branco, já reuni com os arquitectos mas eles não chegam a consenso, pergunte aí ao Duarte.

Bom avatar

Anónimo disse...

Há coisas muito mal explicadas!...
Afinal quem é que sabia que o homem tinha um "acordo secreto" para se ir embora num dia qualquer?
E, curiosidade, se o PC aprecia tanto o trabalho por ele desenvolvido (e pela sua equipa mais o aliado), porque é que o manda embora?
Anda aqui qualquer coisa que não se percebe.
Os deuses devem estar loucos. Afinal quem é que manda: o Barbas, o partido ou o espírito santo?

Anónimo disse...

Ouvi dizer que estão a organizar um jantar de apoio ao Barros Duarte e que nesse jantar será anunciada a a Frente Patriótica que vai liderar o porcesso de mandar abaixo esta câmara e convocar novas eleições, para as quais desde já haverá uma lista concorrente, sendo conhecidos na altura oficialmente os 3 primeiros candidatos:
1. João B. Duarte - candidato a presidente
2. Artur Oliveira - candidato a vice-presidente
3. Belo - candidato a vereador
Viva Portugal!

Anónimo disse...

Já não vai haver jantar.

Anónimo disse...

Ai vai vai!

Anónimo disse...

ai não vai não vai!

Anónimo disse...

Sérgio Moiteiro a Presidente JÁ!!!

Anónimo disse...

ui ui ui,

Miseravelmente ainda pensava que podia fechar a Marinha, como ele ajudou a fazer a tantas fabricas de vidro.

Deixem-nos em paz a GOZAR a (i)merecida reforma.

avatar disse...

Boa noite,
Estamos aqui os dois, amanhã tenho que ir trabalhar mas o meu amigo e Presidente nos próximos 30 dias fica a cuidar da sua colecção de borboletas.

Deixámos o trabalho alinhavado lá pelos paços do concelho para os camaradas (ai esta palavra dá-me uma coisa) despacharem, coisas sem grande importância para não colocarem em causa a gestão feita até aqui.

O Presidente agradece o gesto do jantar, mas o tempo não está para jantaradas.

- Avatar... mas que raio é isto?
"Muelle, 1999, Chileno"
Tenho que ir o Presidente não sabe que eu escrevo por aqui, adeus e bom avatar

carica disse...

Ó Avatar, mas que porra de fixação pelo tinto chileno, irra! Dá-lhe zurrapa e diz-lhe que é de Cuba a ver se lhe dá a moléstia que o Cassete Cascalho está danadinho p'ra assumar ao varandim e gritar: "Povo da minha terra, eu é que sou o presidente da junta... de salvação! Eu e mais aqui o o camarada Serguey vamos transformar a nossa amada terra no novo berço do marxismo-leninismo. Assim Deus Nosso Senhor nos ajude, amém, aleluia, salvé!"

Anónimo disse...

Alguém sabe do Guerrilha? Hum? Alguém o viu? Hum? Hum?

Anónimo disse...

O guerrilha está escondido a mandar bitaites para os seus escravos do PCP com o seu ar superior, mas dar a cara é que não so quando ouver vitória de alguma das partes, ai sim voltamos às palmadinhas nas costas.
Mas ó Dt. cuidado que o JBD não é parvo, e se hà coisa em que ele é bom é na vingança.

Anónimo disse...

vingança ou ele ficou a saber algo do guerrilha?

Pirolito disse...

Pois é, o homem é mesmo bom na dita da vingança, mas compreendam que ele está preso de pé e mão e tudo o que pudesse fazer teria sempre, para ele o efeito de 'bumerangue'. Isto é, tudo o que ele pudesse fazer ao seu querido partido teria sempre um horrível sabor a sapos podres que nenhum vinho chileno seria capaz de aliviar.
Sabem o que vos digo? Se o homem soubesse a alhada em que se metia nunca seria ele que teria aceite esta frustrada tarefa de voltar à cambra...
Para o seu feitio meninos... estamos conversados!

Anónimo disse...

Para quem conhece os intérpretes deste melodrama, o que se está a passar não era de todo imprevisivel.
A estrutura do PCP marinhense é exactamente igual à do passado. O actual exonerado Presidente é exactamente igual ao que foi nos mandatos passados, em que os episódios das novelas foram muito semelhantes. Aliás os enredos têm os mesmos ingredientes. Um Presidente centralizador, incapaz de trabalhar em equipa, limitado em rasgos de gestão estratégica, condicionado pela formação profissional de inspector bancário, onde prevalece o controlo da despesa com rolos de papel higiénico, borrachas e esferográficas, em detrimento de uma visão de futuro, no passado como agora.
Do outro lado, um PCP a querer intervir directamente na administração da Câmara, procurando corrigir erros de trajectória do Presidente, com efeitos absolutamente contrários ao que recomendavam.
Agora, face ao que está a acontecer, alguém se espanta?

Pirolito disse...

Não anónimo 11:56, ninguém se espanta. Já não dá para isso. No meu caso dá mais para saltar a tampa de tanta trapalhada, de tanto populismo e, sobre tudo, de tanta mediocridade!!!!!!!