.
.

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

O Que Diz a Vizinhança


Disciplina do silêncio

Decididamente, o Partido Comunista não se consegue adaptar às regras democráticas, continuando a evidenciar tiques que ficaram como marca da forma como exerceu o poder durante mais de quase meio século em parte da Europa.
O insólito caso da presidência da câmara da Marinha Grande e a forma como tudo tem sido conduzido, é prova disso mesmo.
Escolhido para "tirar" ao Partido Socialista a gestão de uma das autarquias mais simbólicas para o PCP, cedo se percebeu que Barros Duarte não iria ter um consolado calmo. Homem de ideias firmes, Barros Duarte chamou a si a gestão total da Câmara, deixando pouco espaço de intervenção aos camaradas das estruturas locais e nacionais.
Só a disciplina do silêncio que continua a vigorar no PCP foi permitindo disfarçar a divisão que se foi percebendo existir entre o presidente e os vereadores do partido, mas que a votação para a instalação de uma média superfície no Campo da Portela tornou publica.
Já se estava, portanto, à espera que algo acontecesse antes do fim do mandato, conhecidas que são as regras internas do Partido Comunista e o modo como costuma actuar.
A concelhia anunciou a renuncia de Barros Duarte sem a presença deste, que, no entanto, não a formalizou, entrando de baixa médica, inviabilizando assim, para já, a pretensão do partido em ver Alberto Cascalho, actual vice-presidente, à frente da câmara o restante mandato, de forma a preparar as próximas eleições. Ou seja, por motivos internos, estratégicos ou de outra ordem, o PCP tentou forçar a saída de uma pessoa eleita democraticamente para um lugar, anunciando, inclusive, o seu substituto.
Mas o que mais evidencia o desajustamento da forma de actuar do PCP em relação ao que é esperado de um partido que exerce política em democracia, é o silêncio sobre todo este processo que passadas duas semanas se continua a verificar. O partido liderado por Jerónimo de Sousa não sentiu necessidade em esclarecer os eleitores da Marinha Grande sobre o que se passa, ficando estes sem perceber quem está a dirigir a autarquia. Se a pessoa em quem votaram, se o substituto que o partido impôs. Esse silêncio pode ser normal nos países onde o comunismo ou outro regime totalitário qualquer ainda perdura, mas não o é concerteza num Estado que se rege por princípios democráticos há trinta anos e onde os cidadãos têm o direito de conhecer o que se passa nas instituições que os governam. Abençoado 25 de Novembro...

JN


(surripiado do Jornal de Leiria)

8 comentários:

Pirolito (com pouco gás!) disse...

TUDO dito e em poucas palavras!!

Desconfiado, com muito gás disse...

"mas que a votação para a instalação de uma média superfície no Campo da Portela tornou publica."

Anónimo disse...

Alto lá!!
Uma coisa é o PCP nacional! Outra coisa parece ser o PCP local!
Não venham com as conversas dos países de leste e do totalitarismo!... Não sei que sociedade é mais democrática: se a que existia lá ou a que existe agora cá!...
O PCP local parece que anda há tempos em má onda. É disparate atrás de disparate.
Será que todo o PCP na M.Grande alinha com esta coisa??
A julgar pelo que vem a público, parece que as coisas estão complicadas... E até parece que há "traidores" que gravam as reuniões "para mais tarde recordar"...
Mas não é esta situação que faz o PS melhor!!
Com o PS em 12 anos foi pouca obra e muitas DÚVIDAS e DÍVIDAS!!!!
O Barros Duarte nunca havia de ter ido prar lá.
E agora? Como vai ser?
Mas outra vez PS nunca!!!

Zé felix disse...

então mas Jerónimo já se demarcou ou pôs os camaradas na ordem? não me parece...

Anónimo disse...

A culpa da saida do JBD é do PS!
A culpa do JBD não renunciar é do PS!
A culpa dos arranjinhos feitos durante as reuniões do partido é do PS!
A culpa da Marinha Grande ser alvo chacota publica a nivel nacional com está tragico-comedia é do PS!
Meus amigos é a pesada herança...

Wolverine disse...

A culpa do preço do petróleo é do PS!
A culpa da guerra do Iraque é do PS!
A culpa do aumento dos juros é do PS!
A culpa da delocalização da OPEL para Espanha é do PS (dos sindicatos é que não pode ter sido)!
A culpa do buraco do ozono é do PS!

Peço desculpa ao anónimo anterior, mas acho mesmo que ele disse tudo em poucas palavras... Limito-me a dar uma ajudinha...

Marinhense Atento disse...

Uma pequena nota ao bitaite do Anónimo de 10.19.2007 - 12:03 PM
Transcrevo: “Com o PS em 12 anos foi pouca obra e muitas DÚVIDAS e DÍVIDAS!!!!”.
Acha? Então veja como estava a Marinha Grande há dois anos e como ela está agora.
DÚVIDAS - também tenho… mas sim se o PS não teria feito (ainda) mais e melhor se não tivessem existido alguns conflitos na governação...
DÍVIDAS - Onde? Quais? Não leu, com toda a certeza, os relatórios disponibilizados pelas entidades de supervisão competentes.

Hoje, prezado anónimo, poderemos não ter dívidas MAS TEMOS MUITAS DÚVIDAS! E, infelizmente, as dúvidas que temos levam-nos a preocupações sobre o futuro desta nossa terra!

Anónimo disse...

Que miseria!!
São todos uns trochas!!!
Mas porque tantas dúvidas, relembro que existem mais alternativas!!!