.
.

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Bons Exemplos

Retomamos a ideia que aqui lançámos há algum tempo a respeito da bicicleta e que foi, tal como outras, claramente abafada pelo ruído dos acontecimentos que puseram a Marinha em polvorosa. Contudo, apesar de sabermos que a este post pouca importância vai ser dada, insistimos que é necessário pensar o futuro e tomar medidas relativas à melhoria da mobilidade na nossa cidade, com as consequentes implicações no que à preservação ambiental diz respeito. Todos sabemos que o Concelho, e sobretudo a sua sede, enferma de problemas estruturais em termos de vias de circulação periférica e que os transportes urbanos são uma prioridade. No entanto há pequenos passos que podem e devem ser dados como por exemplo a colocação de sinalização destinada a retirar transito do centro da cidade com indicação de estradas alternativas, a contribuição efectiva das forças policiais para o ordenamento do transito sobretudo nos pontos e nas horas de maior congestionamento, as campanhas ao uso colectivo do automóvel, as campanhas ao uso da bicicleta como meio de transporte privilegiado, etc, etc, etc. Vem isto a propósito duma iniciativa que uma escola secundária de Santarém e o respectivo município levaram por diante. A Câmara ofereceu 50 bicicletas que a escola pôs à disposição dos alunos para se deslocarem a casa à hora de almoço. Talvez seja por aqui que se deva começar, pelas escolas, incentivando as nossas crianças e jovens a retomarem velhos hábitos, num concelho praticamente plano e onde a bicicleta foi durante muitos anos o meio de transporte por excelência.
Use e abuse da bicicleta – este é o caminho!
.
.
E já agora aproveitamos a oportunidade para deixar no ar uma pergunta: porque não se conclui a continuação da Avenida da Liberdade (será?) - que liga a rotunda do McDonald's aos semáforos junto à PSP? Se por acaso houver por aí alguém que saiba, agradecemos a informação.

9 comentários:

Anónimo disse...

Aqui um alguém, anónimo mas vosso leitor assíduo, ouviu dizer, de passagem, que havia algum problema com uns terrenos que pertenceriam à CP (?!)...
Desconheço a veracidade do boato, mas cá fica o registo de algo que é bastante plausível.

Curioso disse...

Isto está demasiado cifrado p'ró meu gosto.
Ó anónimo, faça lá um pouco de luz sobre o assunto, faxavor.
Estou tão em brasa que nem posso!...

Anónimo disse...

Lamentavelmente, não há mais a dizer.
Já foi há uns meses que o ouvi, da boca de um popular que comentando com outro sobre o assunto, dizia não se poder concluir a rua pois havia ali um terreno naquele pedaço de futura avenida que seria propriedade dos caminhos de ferro, sobre o qual a Câmara estaria ainda em negociações...
Claro que esta sabedoria popular, é como sabemos: tanto se pode pôr a adivinhar e acertar por acaso, como pode ter conhecimentos "secretos" sobre os mais variados temas. Ou, pode ainda, dar um tiro completamente ao lado.
Não sei, sinceramente qual o caso! Mas o futuro, certamente nos dirá. Acredite que estou tão curioso como você.

Anónimo disse...

Devem pedir esclarecimentos ao virtual Presidente JPP, devem perguntar que contrapartidas deu o "Modelo" ao Municipio?
Devem perguntar ao PS o que realmente se passou com a troca dos terrenos na Praia da Vieira pelo "ATRIUM"?
Era bom saber porque razão não se terminou o Centro Empresarial?
Perguntar ao PS porque motivo avançou com o Projecto do Centro Histórico que hoje dizem estar de LUTO??
Tantas questões por responder!!
E querem Eles voltar??
Primeiro devem responder!!

Pirolito travesso disse...

Pois... chega-lhes que tens toda a razão, tal e tanta tem sido a obração deste executivo que parece quereres defender.
Chega-lhes que a malta não sabe pensar nem vê o que se tem e o que não se tem feito!

cmjl disse...

Pirolito, gostei. O anónimo come muito queijo, e esquece-se que na nossa cidade desde que se deu o 25 de Abril de 1974, só duas forças políticas governaram a nossa camâra, penso que uma força política durante 16 anos e a outra poucos mais anos, e agora pergunto ... QUE TRABALHO FOI FEITO PELOS SIMPATIZANTES DO ANÓNIMO?
Para terem tão acérrimo defensor.

cjml disse...

Sobre as bicicletas, acho que a cidade da Marinha tem todas as condições para que se incremente e incentive tal actividade, mas cuidado, para quem se aventurar a vir até ao Modelo de bicicleta, não cabe um carro e bicicleta ao mesmo tempo, e assim sendo se vier uma bicicleta normalmente neste trajecto, os carros terão de vir a passo de caracol durante alguma distância, a menos que façam ilegalidades e ponham em risco os ciclistas.

Ex-Munícipe disse...

Eu costumava ir de bicicleta para o emprego na Zona Industrial mas não é fácil fazer a estrada da Nazaré até ao McDonald's nem as rotundas! Se calhar uma das contrapartidas para a construção dos supermercados poderia ser uma via para bicicletas. Ali nem há problema de espaço. Assim como ir aumentando essa via pela CIDADE. Por exemplo até à Zona Industrial (já que não há transportes públicos)! E já agora podia ser pensada e executada uma outra entrada/saída na ZI! Como é que pode o trânsito TODO fluir numa só entrada???!!! Estamos a falar de uma CIDADE!!!!
Quanto à via p/ bicicletas tenho a certeza que um caminho devidamente marcado era um óptimo incentivo.

Anónimo disse...

Os simpatizantes do anónimo não fazer obra mas são sempre chamado a ocupar o lugar de charneira.