.
.

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

O Que Diz a Vizinhança

Marinha Grande

Texto de Feliciano Barreiras Duarte

Vou escrever sobre a pretensa crise política e autárquica que se vive na Marinha Grande. Apesar de ainda não se conhecerem todos os dados. E também por serem incertos alguns dos seus desenvolvimentos. E porque há que aguardar pelas próximas semanas para se perceber melhor todos os cenários possíveis. Não esquecendo que nem só dos políticos, dos partidos e dos sindicatos, depende a vida das pessoas e das instituições do concelho. O que é certo é que este mandato não tem sido muito fácil. Até porque a estabilidade e a normalidade na vida autárquica de um concelho como a Marinha Grande é muito importante. E um concelho como este precisa de ter uma vida normal, instituições que funcionem com regularidade e protagonistas públicos com a cabeça livre de problemas e de bloqueamentos derivados de questiúnculas partidárias e de ajustes de contas pessoais.
Este concelho é uma das âncoras para a nossa região se afirmar à escala nacional. A sua energia criadora, o seu empreendorismo, a sua resistência ao infortúnio, a sua capacidade de mobilização em várias causas são exemplos mais do que suficientes para se lançar um apelo ao bom senso. É que o que se passar terá reflexos na nossa região. Muito mais do que se pensa. Até nisso alguns distraídos não o perceberam.
Será normal que aqueles que sempre admiraram e respeitaram este concelho desejem que a normalização e a clarificação aconteça. A bem de todos. É que há muita vida para além dos políticos. E os políticos têm de ser – deveriam ser – a parte das soluções e não dos problemas. É disso que todos estão à espera.


(surripiado do Região de Leiria)

4 comentários:

Pirolito disse...

Eu que até começo a borbulhar quando me lembro de algumas posições tomadas pelo senhor Feliciano Barreiras Duarte, tenho de dizer que gostei desta mui lúcida análise.
Tó'brigado por ela, dr. Feliciano Barreira Duarte.

Anónimo disse...

E pensar que este babaca já foi Secretário de Estado...

Curioso disse...

Olá rapaziada do FLC!
Fiquei curioso com o que dizem, desde ontem, no 'banner' que puseram a correr...
Como não fui à Assembleia Municipal mas estou particularmente curioso venho pedir-vos que nos digam se o caso da TUMG ficou, ou não resolvido e se sim, como é que foi resolvido.
Se isto não é pedir demais, claro está.

Anónimo disse...

O Assunto foi retirado da Ordem de Trabalhos pelo executivo.
No entanto não deixaram de ouvir criticas por parte do PSD,PS e BE.
Grande melão para o Vereador Artur Autocolante que até foi precionar os seus a mudarem de posição.
Que azar...!!