.
.

sábado, 26 de junho de 2010

Maravilhoso! Vale a pena dispensar algum do nosso Tempo.

Não deixe de ver este vídeo incrível… mas leia o texto antes.

Este vídeo apresenta a ganhadora do programa "Ukraine’s Got
Talent", Kseniya Simonova, de 24 anos, a desenhar uma série de
imagens, com areia numa mesa iluminada, mostrando como as pessoas
comuns foram afectadas pela invasão alemã durante a Segunda Guerra
Mundial. O seu talento, é claramente diferente e fascinante.

As imagens, projectadas numa grande tela, levaram várias pessoas
do auditório às lágrimas e ela ganhou o primeiro prémio de cerca de £
75.000,00. Começa, criando uma cena com um casal sentado,
dando as suas mãos, num banco sob um céu estrelado. Mas, quando
chegam os aviões de guerra, a feliz cena é desfeita. Ela é
substituída por um rosto de mulher a chorar, quando chega uma
criança, a mulher volta a sorrir. A guerra volta novamente e a
artista manda areia formando o caos, onde o rosto de uma jovem
aparece. Rapidamente se transforma numa velha viúva, com o rosto
enrugado e triste, antes da imagem se transformar no monumento ao
Soldado Desconhecido da Ucrânia.
Esta cena externa fica emoldurada por uma janela, como se o
observador estivesse a olhar para o monumento de dentro de uma casa.
Na cena final, uma mãe e uma criança aparecem do lado de dentro, com
um homem parado do lado de fora da casa, pressionando a sua mão sobre o
vidro, dizendo adeus.
A Grande Guerra Patriótica, como é chamada na Ucrânia, resultou na
morte de ¼ da população, com 8 a 11 milhões de mortos numa
população de 42 milhões de pessoas.

A artista Kseniya Simonova diz:

“Acho bastante difícil criar arte usando papel e lápis ou pincéis,
mas usar a areia e os dedos está além do meu entendimento. A arte,
especialmente quando a guerra é usada como tema, chega a levar as
pessoas às lágrimas. E não existe maior elogio do que este.”

"Roube" ao se tempo, cerca de 8 minutos, para ver esta incrível obra de arte.




O nosso opinador convidado "vinagrete" mandou-me um mail com esta obra de arte, sugerindo que o mesmo daria um excelente post. Dado que ainda não encontrou a palavra chave, aqui está a seu post.

12 comentários:

Flor do Liz disse...

Não há palavras.
É Genial.

Rogério Pereira disse...

Claro que há palavras...
É genial!

Acintoso disse...

Aplaudo a artista e aplaudo o Vinagrete pelo magnífico enquadramento que fez do tema.

Rasputine disse...

O Vinagrete não é o Armando Constâncio? Aquele que gostava de ser o que foi e parece que se está a por a jeito? O tal do Atrium e quejandos...... ex-comuna, ex-ps e futuro ex qualquer coisa. Tá bem para o Tozé Berlusconi e mais o Folha seca, e mais o Carlos Logrado e o seu qualquer coisa na blogosfera. E os outros todos, entre os quais o Chanoquinha que vão criar um movimento de cidadãos independentes. Independentes de tudo, menos das suas vaidades e dos seus interesses.

Pirolito disse...

Recordam-se daquela anedota do orgulhoso pai que foi assistir ao juramento de bandeira do seu filho, pacóvio, que marchava desencontrado de todos os outros?
Pois o Rasputine fez-me lembrar esse pai, a afirmar que, na marcha, todos iam de passo trocado!

Sancudo disse...

Humor inteligente, o deste esclarecido PIROLITO...

Rasputine disse...

Inteligente, pois claro, só não diz que pai foi esse. Se calhar não convém muito. Só convêm as coicidências. Que engraçado! É que gostava de saber o que é que fez o Chanoquinha, esse ilustre coisa nenhuma, na famosa conferência (vulgo comício preparatório da campanha dos amantes da Marinha). O TóZé, e as suas Tozanetes, os 2 velhos ressabiados e resinosos, ainda vá que não vá. O Vinagrete e o Ex- Presidente que ainda não entendeu como algum dia foi o que foi, ainda entendo...agora o Chanoca. Como diria o Guru deste Largo (Relaxoterapeuta), que gosta de escrever umas merdinhas pseudo-engraçadas, com palavras de 7 e quinhentos. (Só é estranho é que no Blogue que se quer mais sério - "A Carta a Garcia - desse enorme marinhense humilde e casto - costuma assinar-se com F. Pedro. Deve ser por ser um blog mais sério.), Neste assina-se por relaxoterapeuta, que é um nome inóquo. Enfim, o que diria neste contexto o enorme Relaxoterapeuta acerca do convite que foi feito a Chanoca para ter sido um ilustre participante, vulgo, moderador. Talvez pudesse ter escrito qualquer coisa assim: Porra não me aborreçam!

Flor do Liz disse...

Mas que conversa é esta? Não entendo e gostaria de entender.
Hoje é Domingo não comessem o dia com este azedume, sejam meiguinhos.

ai ai disse...

Pena que ao bom gosto do post alguem aqui o venha tentar estragar com comentários despropositados...
enfim há sempre uma ovelha r......

Fê-blue bird disse...

Há pessoas que só vivem para e com a "mediocridade" (ponho este, para não pôr aqui um nome feio, mas muito mais apropriado).
Já conhecia o vídeo e a arte nele representada, 5 estrelas.
Bom domingo
Um abraço

Vinagrete disse...

Conhecido como "O Monge Louco", Rasputine foi mestre a usar a manipulação psicológica para atingir os seus objectivos.
Especializou-se em "controle psicológico", "predestinação", "ilusionismo", magnetismo", "artimanhas teatrais", "hipnose", etc. e revelou-se fascinado pelo "ocultismo" e por tudo o que fosse secreto e hermético.
Promíscuo e devasso, Rasputine conseguiu ter grande influência junto do Czar.
Acabou assassinado.
A personagem que tem procurado conspurcar a beleza do post do Folha Seca, esconde-se por detrás de um nick-name que lhe assenta como uma luva.
Parabens por se identificar tão bem a si próprio. Rasputine.

folha seca disse...

Caro Vinagrete

Depois de ler os comentários ao post, que me recomendaste, tambem vi a mão e a obra de alguem que por despeite e sabe-se lá que mais. Pois misturar alhos com bugalhos da forma como o fez e lançar insídias como o fez, viu-se logo que só podia ser alguem com os predicados que o nick que utilizou lhe assentavam como uma luva. Mas o tamanho era demasiado grande para se esconder. Pronto foi por isso que no post a seguir "fui beber uma mine".