.
.

sábado, 18 de setembro de 2010

O Caso da Semana...

21 comentários:

Apartidário disse...

Isso é mais uma coisa para entreter o pessoal.
Com esses problemas, embora incomodados, até podemos viver.

Agora estes ... vão-nos comer.

Com os juros da dívida portuguesa a subir há duas semanas, Governo tenta travar nova crise... política e orçamental.

Ao fim de duas semanas com os juros da dívida portuguesa a subir para níveis históricos, o Governo resolveu antecipar calendários e sinalizar, para dentro do País e também para fora dele, dados mais detalhados não só sobre a execução da despesa mas sobretudo do próximo Orçamento do Estado - onde a cada semana que passa parece mais difícil um acordo com o PSD.

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1665317

O Bêbado disse...

Gosto é de brocas.

Do Futebol, do Tocandar, da casa Pia, da..., do .... de ..., da ....

Esses problemas alguém vai resolver. Desde que chegue para o vinho.

Apartidário disse...

Parece que estamos mesmo à beira do abismo. Os gredores regressaram de férias e não estão para admitir mais brincadeiras.

Agora é o ministra da economia. Quem diria!


O ministro da Economia, que falava à margem da inauguração do novo mercado municipal de Torres Vedras, mostrou-se solidário com as preocupações reveladas hoje pelo presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB).


Em entrevista à rádio Antena 1, António de Sousa diz que, para a saúde do sistema bancário português, é necessário mudar a credibilidade do país nos mercados financeiros internacionais, porque «se os investidores não voltarem a Portugal, a situação tornar-se-á bastante complexa».


«Pura e simplesmente os bancos não terão dinheiro para emprestar», alertou o presidente da APB.

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1665667

folha seca disse...

Caro Apartidário

De facto a economia e o individamento galopante que nos individa a não sei quanto à hora, não pára mesmo ao fim de semana. O que procurámos com este post, para além de não deixar esquecer um assunto que marcou a Marinha Grande durante esta semana, foi dar um pouco de musica aos nossos visitantes. Claro que para quem está atento como é o (nosso caso) e vive a angustias do presente, mas sobretudo prevê as inevitáveis consequências para o futuro, não consegue estar tranquilo, mesmo fora das "horas de expediente"
cumprimentos

Isa GT disse...

Ao fim de semana, também Tento esquecer as desgraças deste país, senão... ainda fico com a mioleira frita lol

Bjos

Grizalheiro disse...

Paulo Tojeira - Tocándar
Sim é verdade que o Edifício da Resinagem vai para obras. Sim é verdade que o Tocándar também quer o centro da cidade bonito e é preciso obras, independentemente da nossa (e da minha em particular) opinião em relação às obras e aos destinos finais. Sim é verdade que o Tocándar recebeu um ofício da CMMGrande a dar 15 dias para a retirada de todo o material. Sim é verdade que a CMMGrande já tinha contactado um empreiteiro (que está nas obras da Escola Calazans Duarte) para proceder à retirada de todo o material, mas que não o conseguiu fazer devido ao bom senso da Direcção da escola que me chamou e eu impedi tal acto!!
Sim é verdade que a escola poderá acolher uma parte do projecto. Não é verdade que a CMMGrande tenha durante este ano prestado qualquer apoio financeiro ao projecto Tocándar, mas usufruiu (e bem) do trabalho do Tocándar, que foi criado para trabalhar e estar ao serviço da comunidade.
O que alguns parece desconhecerem é que existe um Protocolo assinado pelo presidente da câmara (o anterior) que obriga a CMMG a avisar com DOIS MESES DE ANTECEDÊNCIA que vai iniciar as obras, para que se possa arranjar alternativa!!
Por isso, não está em causa a saída do local!!! O que está em causa é a arrogância dos 15 dias e a falta de cumprimento de um Protocolo assinado pelas duas partes!! O que está em causa é esta contínuada e reincidente tendência das lideranças marinhenses para atacarem permanentemente os elos mais fracos (será que são???)!! O que está em causa é o facto de diversos eleitos pagos para exercerem cargos públicos insistirem em fazer a vida negra a um punhado de gente que trabalha voluntáriamente para o bem dos nossos jovens e da cultura da nossa terra e do país e para a afirmação da nossa cultura!
Espero que a luz da cultura nos ilumine e que o bom senso triunfe.
é o que tenho andado a tentar há alguns anos...
E sei que vamos vencer!
Visitem-nos e conheçam-nos em www.tocandar.com
Abraços

Rogério Pereira disse...

Cara CM,

Não vou deixar cair este caso...

Voltarei, na próxima semana a fazer um post dedicado aos "Tócandar"...

Caro grizalheiro, aproveito a sua presença para lhe endereçar o meu apreço ao V. trabalho e desejar que "aquelas" cabeças percebam a importancia de um trabalho como o V.

Abraço solidário

folha seca disse...

Caro Paulo Tojeira

Os teus esclarecimentos, são oportunos, ficamos a saber mais qualquer coisa. O teu trabalho de já largos anos em prol da nossa cultura e no desenvolvimento saudável daquelas centenas de jovens, são bem conhecidos e naturalmente reconhecidos por quem está atento. Esperemos que o bom senso ilumine "aquelas cabeças".
Nós por aqui vamos fazendo o que nos for possível para alertar.
Nota. Não sei se reparaste, mas ainda recentemente e não prevendo esta situação, publicamos 2 posts sobre os Tocandar.
Abraço

folha seca disse...

Caro Rogério

Obrigado pela sua solidariedade, aquela "malta" merece.
Abraço

Fê-blue bird disse...

Meus amigos.
Só espero que este caso,se resolva da melhor maneira.
O grupo que confesso não conhecia, tem uma actuação motivadora e cultural de grande importância.
Portanto TOCAANDAR!!

Beijinhos

Anónimo disse...

Em seis frases, que li atentamente, começadas por "É verdade...", apenas metade são verdadeiras. O resto são tricas à boa moda da CDU Marinha Grande.

Curioso o protocolo estar assinado com data de dias antes das eleições...se calhar até foi assinado depois delas, após o resultado, hem??

Por detrás dessa imponência artística, descobrimos sempre mais qualquer coisa, não é??

Um dia destes, no dia certo, vamos descobrir mais coisas, como por exemplo, a justificação para que o TOCANDAR receba apoio da ex camara CDU em 2009 de 7.000 euros, quando outras estruturas culturais e colectividades com provas dadas há decadas e nao há meia dúzia de anos, igualmente importantes para o concelho, recebam apoios de 1500 e 2000 euros.

E não têm instalações de borla. como é o caso do Tocandar!

Curiso não é?

Apostem lá quando é o que TOCANDAR conmeçou a receber estes apoios?

Quando a CDU ganhou eleições, pois foi!

Portanto de cultura estamos falados!

Só se for a cultura dos amigos!!

É bem verdade: Tócandar!

Anónimo disse...

Claramente o anónimo das 10:08, sabe do que fala. Lamentávelmente vem confirmar aquilo que já parecia evidente. A decisão do executivo, foi tomada por razões políticas. O mentor dos Tocandar é um conhecido militante comunista. Algumas pessoas do PS tratam os comunistas como se tivessem alguma espécie de "pessanha" e como tal há que lhe criar dificuldades, não olhando para o meritório trabalho que fazem em prol da cultura desta terra.
Tristeza. Por ver o "Xenofobismo" que parece habitar nos Paços do Concelho.

Grizalheiro disse...

Caro Anónimo 20 Setembro, 2010 10:08:
Fique sabendo que a Câmara PS do Sr. Álvaro Orfão foi a primeira a atribuir apoio finaceiro ao Tocándar.
Quanto ao resto que diz, não passa de um vómito de indivíduo sem nível!
Terei todo o gosto em alargar os seus horizontes culturais e em lhe proporcionar mais informação para não vir aqui escrever disparates!!
Os meus contactos estão no site www.tocandar.com
Em democracia podemos exprimir-nos livremente. Inclusivé para dizer disparates!

Militante do PS (com muito orgulho) disse...

É pena que quem aqui vem falar da data do contrato (porque teve acesso a ele!) não se identifique e assuma de uma vez por todas o óbvio: não está em causa o "pedido" de abandono das instalações, mas a forma como foi feito, aqui reforçado de forma evidente com o carácter político que o facto assumiu.
Seria também bom recordar que uma outra associação utiliza as instalações da resinagem a custo zero.
É preciso de uma vez por todas combater esta coisa nefasta de que a cultura tem cor política e de que todos têm de receber por igual, independentemente do mérito e do trabalho que desenvolvem, não importa se se trata dos Tocandar, com cerca de 500 crianças e jovens em actividade, ou a "sede dos Casais de Baixo" onde se joga à sueca e se bebem minis.
(Estou à vontade para dizer isto porque sou militante do PS e não me revejo neste tipo de procedimentos mesquinhos!)

Anónimo disse...

De facto trata-se de uma cegueira politica e de alguem que estando à frente dos destinos da nossa terra e que foi eleito por um determinado Partido,não percebe que logo após as eleições deveria ter deixado a sua politica partidária e passar a tratar todos os cidadãos por igual independentemente do Partido a que pertençam.
Mas neste caso o trabalho é mais que evidente e o seu mérito é já uma referencia para a Marinha Grande.Haja bom senso e tenham a capacidade de distinguir o trabalho cultural,o empenhamento e alegria dos nossos jovens num projecto que cada vez mais se afirma.O que é que esta Camara afinal quer do ponto de vista cultural.Colectividades amorfas,que façam muitos jantares de aniversário e uma ou outra actividade sem relevancia,para que a camara não dê apoios ?
Como o dinheiro é pouco vamos ter de ser criteriosos e não dar dinheiro a troco de uns votos a pensar já nas próximas eleições.É preciso dialogo e este camara não o tem,porque não tem capacidade para ouvir.A arrogância é má conselheira.

Anónimo disse...

De facto trata-se de uma cegueira politica e de alguem que estando à frente dos destinos da nossa terra e que foi eleito por um determinado Partido,não percebe que logo após as eleições deveria ter deixado a sua politica partidária e passar a tratar todos os cidadãos por igual independentemente do Partido a que pertençam.
Mas neste caso o trabalho é mais que evidente e o seu mérito é já uma referencia para a Marinha Grande.Haja bom senso e tenham a capacidade de distinguir o trabalho cultural,o empenhamento e alegria dos nossos jovens num projecto que cada vez mais se afirma.O que é que esta Camara afinal quer do ponto de vista cultural.Colectividades amorfas,que façam muitos jantares de aniversário e uma ou outra actividade sem relevancia,para que a camara não dê apoios ?
Como o dinheiro é pouco vamos ter de ser criteriosos e não dar dinheiro a troco de uns votos a pensar já nas próximas eleições.É preciso dialogo e este camara não o tem,porque não tem capacidade para ouvir.A arrogância é má conselheira.

Apartidário disse...

Já não há pachorra para isto.

Este é mais um triste episódio desta guerra fraticida (já tem mais de 36 anos) entre os marinhenses que detêm o poder e o usam de forma cega, arrogente e discriminativa.

O povo (é assim que nos chamam) não se revê nesta gente malcriada e sem principios.

Por favor tenham respeito pela nossa terra.

Vamos chamar as coisas pelos nomes:
Será que os "senhores" Telmos, Guerra Marques, Alvaros, Tereza, JP Pedrosa, Vicente, Cascalho, Cidália, Francisco, etc não têm vergonha de directamente ou indirectamente estarem ligados a estas evitáveis e inaceitáveis polémicas?

E onde está o Sr. Santos? Também patrocina?

Anónimo disse...

Será tão difícil perceber que a Cultura, é Universal e não tem partidos?

Anónimo disse...

E bombos e cabeçudos é cultura? Ainda se tocassem por pauta, ainda era como o outro, agora barulho qualquer um faz. O meu neto também bate nas panelas e nos taxos.

Anónimo disse...

A ignorância é atrevida...

gold disse...

Vejam só em que se tornou uma questão, em que todos estão de acordo: o Tocandar está no Edificio da Resinagem, até haver "necessidade" desse espaço. Quando tal for preciso o Tocandar sai dali.

Pelo que li e ouvi de ambas as partes, esta é a premissa aceite por todos.

Então qual é o problema ?
O tempo para que o Tocandar saia !!!

Parece ridiculo, numa terra que tem empresas com experts em planeamento, levem a que estas entidades (Camara e Tocandar) não conseguiram apurar prazos de actuação.

Será que o Tocandar não sabia que mais dia menos dia ia sair, e teria de encontrar outro local ?

Será que a entidade publica, vulgo Camara Municipal, se nesta data precisava deste espaço não podia ter alertado o Tocandar há mais tempo ? Melhor que niguem os funcionarios publicos sabem que não é facil mover-se em tão poucos dias.

Fogo que nesta terra as partidarites não deixam que ninguém se entenda !!!!