.
.

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Revista de Imprensa (actualizada)

"Presidente da Câmara da Marinha Grande pede suspensão de mandato"

O presidente da Câmara da Marinha Grande, Barros Duarte, pediu a suspensão do mandato, depois de o PCP ter anunciado que o autarca iria renunciar ao cargo e de lhe ter retirado a confiança política.



O autarca não renunciara ao mandato no início de Outubro, como chegou a ser anunciado por aquela força partidária.

Em declarações à Agência Lusa, João Barros Duarte, confirmou que entregou o pedido hoje na Câmara, considerando que a suspensão de mandato foi "a figura jurídica escolhida como poderia ter sido outra", numa referência à possibilidade de renúncia do cargo.

No entanto, o ainda presidente da Câmara não quis esclarecer qual o teor da carta que enviou à autarquia, mas o facto de o PCP lhe ter retirado a confiança política terá sido o motivo invocado para o pedido de suspensão.

Para o vice-presidente da Câmara, Alberto Cascalho, esta decisão de Barros Duarte não é "o cenário anunciado [pela CDU] e que estava previsto", mas "a situação que se vive é de tal modo difícil pelo facto de o executivo estar em inferioridade numérica" (ter menos um vereador), que a suspensão do mandato permitirá "ultrapassar alguns problemas".

Alberto Cascalho acusou o PS de ter tomado uma "atitude de bloqueio" impedindo "a tomada de posições" importantes para o concelho.

"A Câmara está com dificuldades em funcionar e o PS tem usado e abusado de todo o tipo de estratagemas para impedir a tomada de decisões", acrescentou Alberto Cascalho.

No início de Outubro, o PCP anunciou que João Barros Duarte iria renunciar ao cargo mas o autarca não seguiu essa indicação, optando por apresentar uma baixa clínica de 30 dias, que expirou esta semana.

Hoje, o impasse foi ultrapassado com o pedido de suspensão, remetendo para o prazo máximo de um ano a ausência do actual autarca, mas para isso é necessário que os vereadores aprovem na próxima reunião esse requerimento do presidente da Câmara.

"Do nosso ponto de vista, esta suspensão não vem dar resposta à promessa do PCP já que Barros Duarte mantém-se como presidente da Câmara", retorquiu João Paulo Pedrosa, que foi candidato pelo PS nas últimas eleições.

"Nestas circunstâncias, o PCP tem que vir explicar o logro da sua promessa e a paralisia da Câmara" durante todo este período.

"À partida, não nos opomos a nenhum pedido de suspensão seja de quem seja" mas esta alteração "só vem agravar as condições de ingovernabilidade da Câmara porque Barros Duarte continua a ser presidente e pode regressar quando quiser", acrescentou o vereador socialista.

A Agência Lusa tentou obter um comentário junto do vereador social-democrata do executivo - e que tem permitido a governação da maioria relativa da CDU - mas Artur Oliveira não estava disponível.


(surripiado da RTP)

8 comentários:

Anónimo disse...

E pronto. Encerrado este capítulo, em que o PCP teve que engolir mais este sapo pelas goelas abaixo e se vê na eminência de ver sua "Eminência", JBD, poder voltar daqui a meia dúzia de meses, vamos ter mais do mesmo.
Um executivo sem rumo, sem ideias e agora sem liderança, com um vereador fraco elevado a Presidente a prazo e uma maioria suportada por um "MARRETA", por acaso do PSD. Podemos todos contar com a continuação da instalação de contentores, como em S. Pedro, nos campos de ténis, no barraquedo da FEIRA DOS PORCOS e a grande inovação de fabricar mercados "na hora", mesmo que seja em barracas pagas a peso de ouro.
Também, pensando bem, o que é que se espera de um Auto-Colante que montou a sua empresa em tendas e barracas, erguidas ilegalmente, violando a lei e sem licenciamento industrial, no quintal da sua vivenda e paredes meias com as casas dos vizinhos em zona nobre da cidade?
Nada de bom, como se comprova.
É caso para dizer:-Vai lá vai, que até a barraca abana!

zé da fisga disse...

Então o pateta que diz ao Região de Leiria que não reabriu o teatro Stephens, encerrado no verão para limpeza, porque não teve obras de manutenção nos últimos 14 anos, é que vai ser Presidente?
Mas este tipo não está na Câmara há já dois anos?
Mas não havia um projecto já aprovado por unanimidade na Câmara e na A.M. para remodelar o Teatro?
O homem pensa que somos parvos ou quê?
Parem de se desculpar com os outros e façam mais alguma coisa do que montar contentores, varrer o lixo e ler os jornais desportivos na hora de expediente.
Trabalhem porra!

Anti patranhas disse...

"Parem de se desculpar com os outros..." diz o Zé da Fisga cheio de boa vontade! É o paras! E desde quando é que no PêCêPê existe a filosofia de 'dar a mão à palmatória'? Não, caro Zé da Fisga, a culpa tem de ser sempre dos outros, homem… Eles já lá estão há dois anos, mas se já lá estivessem há vinte, alguém teria de continuar a ser responsável pelas suas incapacidades.
Lembra-se da fábula do Lobo e do Cordeiro?

bulldozer disse...

o Teatro tem é de vir abaixo!

Anónimo disse...

É pena o AAutocolante não aproveitar a onda e ir para banhos juntamente com amigo JBD.
Porque será que ele não fala, será que o amigo continua a não deixar com fazia nas Assembleias Municipais? Ou será o Alta Tensão que não deixa?

Folha Seca disse...

Para os que têm a memoria curta, só queria relembrar que esta cena já foi vista há uns anos 18 atraz, quando o Sr Joao Barros Duarte encabeçou uma lista da CDU que ganhou as eleições com maioria relativa, provavelmente, tal como agora não pensava ser eleito. Aliás Nestas ultimas eleições só ganhou por falta de comparência do adversário...mas isto fica para posterior comentário). Voltando: Após aproximadamente 2 anos e depois de completar a sua carreira profissional que lhe deu direito provavelmente a mais uns trocos na sua reforma, voltou a assumir o "seu" lugar de presidente... passando o resto do mandato a dizer mal daquele que foi obrigado a fazer de conta que o era... Caro Alberto Cascalho... prepare-se porque o truque de assumir agora o papel de presidente em 2ª mão para se dar a conhecer para encabeçar a lista de 2009 não vai funcionar... aliás os truques do seu partido(que tambem já foi o meu) têm cada vez menos resultados...

e Já agora? Se acabassemos com esta treta e fossemos para eleições

Anónimo disse...

É claro Folha Seca. Eu também sou um ex e conheço o cabeça de cartaz.
Perdeu a maioria absoluta há muitos anos, amuou, foi tratar da vida dele, reformou-se com um pecúlio dourado, deixou a Câmara entregue a um esforçado ex-funcionário do Sindicato que nem sequer sabia fazer o nó da gravata, para depois regressar e fazer meio mandato a dizer mal dos camaradas que deixou entalados, alguns deles, como o Xico, o Zé Luis e o Parreira, a terem de o tentar defender nestes primeiros dois anos de paragem na história da Marinha Grande.
Só por desespero e depois de algumas negas, o PCP o foi buscar para as eleições de 2005.
O PS perdeu, depois de três mandatos consecutivos, não por falta de obra, não porque não tivesse ideias para concretizar, não porque não tivesse tido um executivo eficaz, liderado por um homem com defeitos, é certo, como todos nós temos, mas de elevada cultura e abertura à modernidade, mas por razões de politiquice aguda e sede de poder de certas franjas que usam o partido como catapulta de promoção pessoal e não têm despudor em usar alguns fantoches sem escrúpulos, com o emblema de pseudo independentes, para fazer o trabalho sujo de abertura do caminho, que supostamente, os levaria ao poder, nem que para isso tivessem de minar e destruir aquilo que pensavam ser um obstáculo a essa caminhada para a glória.
Porque essa gente permanece intocável e disponível para assaltar o poder, sem nos dar qualquer garantia de o exercer com eficiência e eficácia, tenho muitas dúvidas se a melhor solução passaria por eleições já.
Há ainda muito para clarificar por parte do PS local.
è mais prudente aguardar pela clarificação de posições.
Aguardemos pois, com paciência.

Anónimo disse...

Fizeram tudo para tirar o homem e agora choram por ele!!!
Esta tem piada!!!
O PS e PCP deviam era ter vergonha na cara e demitirem-se!!!