.
.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Prova do bom funcionamento da nossa Justiça




Aqui está a prova de que a nossa justiça está em pleno funcionamento. Para quem tem duvidas, clique no link e leia a notícia.


7 comentários:

Cigano Pobre disse...

Ai carago, se a moda pega por cá, estamos fritos, atão não sabem ca gente tem que dar aguardente aos burros, para parecerem mais novos e para disfarçar o cheiro tambem molhamos os lábios com a cuja.
Deviam era fiscalizar os ciganos ricos que andam de mercedes encharcados em iski, mas esses não, é sempre o cigano pobre a pagar as favas, ou seja a alfarroba.

Apartidário disse...

Não sei qual a estranheza.
É tão perigoso para os outros utentes da via como conduzir um motociclo ou um automóvel embriagado.
Ou será que é por ser que em pleno sec XXI ainda temos carroças puxadas por animais a circular na estrada?
Estes casos parece que a justiça resolve rápido e bem.

Penso que se aproveitam estas coisas para misturar alhos com bogalhos.

O problema grave são os casos que a justiça não resolve. Desde os pequenos crimes até aos mais graves.

folha seca disse...

Caro Apartidário

Como não tenho grande jeito para o humor, procurei dar um toque com este notícia que vi por acaso.
Estou no entanto de acordo consigo, quanto aos perigos de conduzir uma carroça ou veiculo motorizado sob o efeito do alcool.
Repare no entanto na celeridade do processo. A infracção foi cometida em 11 de Agosto e a leitura da sentença, ontem.

A brincar a brincar, quiz pôr em contradição a rapidez na resolução deste caso com a demora (se o termo for correcto) de muitos outros.
Cumprimentos

ai ai disse...

Bem!
A mim só me ocorre enaltecer a grande capacidade das nossas autoridades, em grande velocidade apanharem os criminosos a conduzir com grandes bebedeiras, quadrupedes, certamente em velocidades estonteantes e ainda a velocidade, tambem estonteante em que o "criminosoo" foi
julgado, condenado e sentenciado.
Até dá para pensar que as criticas que por muitos lados vão sendo emitidas, não passam de más linguas contra as nossas eficientes policias, juizes e afins. Acho que nem nos EUA o Madoff(acho que é assim que se escreve)foi condenado tão depressa. Para condenar burros e condutores, dos mesmos,embriagados estamos num lugar cimeiro na Europa e se calhar no mundo. Quanto a condenar corruptos e afins, aí a estória é outra.

Rogério Pereira disse...

A história está mal contada...
A burra não fez pisca-pisca
e a viatura do juiz, foi abalroada
(A justiça só é celere
quando lhes entra em casa)

poveirinha disse...

gostei da foto, tirada no passeio alegre da Povoa de Varzim... do antigamente! lol

Passei, gostei, voltarei!! :)

Boa semana de trabalho!

folha seca disse...

Poveirinha

Em nome da comissão de moradores do nosso Largo, agradeço a sua vizita.
Esperamos vê-la por cá muitas vezes.
Cumprimentos