.
.

domingo, 23 de maio de 2010

Porque é Domingo...

3 comentários:

Rogério Pereira disse...

No meu 65º aniversário escolhi este poema que ofereci a mim próprio. Procurei este video, mas não encontrei...

Obrigado, vejo-o como se recebesse uma prenda...

Anónimo disse...

outubro 27, 2007
Manuel Freire

"(…) Num mundo cada vez mais feio, porco e mau, as pessoas especiais como o António Gedeão são as que nos fazem acreditar que esse mundo pode ser, que o podemos fazer, que temos de o fazer, um pouco mais lindo, mais limpo, melhor. São os imprescindíveis!

O António Gedeão não merecia este texto; mas que fazer? Eu sou bom é com as palavras dele e estas são minhas."

FREIRE, Manuel, in Jornal de Letras, Ano XVI, nº 680, 6 a 19 de Novembro, 1996

folha seca disse...

Caro Rogério Pereira e caro anónimo

Para o primeiro, fico feliz por lhe ter dado esta prenda (embora inconscientemente) Para o 2º, O Manuel Freire tambem cantou e canta este excelente poema do Gedeão, bonita a trancrição que para aqui trouxe.
Conheci este poema muito antes de o ouvir cantado. É daqueles que (como a generalidade do poemas do Gedeão) se mantem actuais.
Cumprimentos