.
.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Os Novos Apparatchiki

Segundo relatos da imprensa, nas próximas Sexta-feira e Sábado, vão ser eleitos os líderes das 19 Federações Distritais do PS. Ressalta que das 19 em apenas 5 há mais do que 1 lista, nas 14 restantes há listas únicas.
Assim à partida até parece bastante positivo, pois este facto demonstra uma grande unidade no seio do Partido. Demonstra ainda o voluntarismo e o amor ao partido dos actuais dirigentes que estão na disposição de continuar a dar a sua contribuição certamente desinteressada.

Não conhecendo os métodos de funcionamento do PS, apenas sei aquilo que vai transparecendo através da imprensa atrevo-me a questionar alguma militância exacerbada que se vai vendo por aí. Vejamos o Distrito de Leiria. É um dos que não vai ter renovação. Embora chegasse a aparecer uma ou outra noticia há uns tempos que apontava para a hipótese de aparecer uma 2ª lista, ficou em águas de bacalhau.
A questão passa pelo assegurar o apoio do aparelho partidário, composto pelos lideres das Concelhias, eleitos e presidentes de Câmaras que no caso concreto do Distrito de Leiria se apressaram, ainda antes do actual líder manifestar a intenção de se recandidatar, segundo o próprio escreveu. Com todo este apoio de peso, quem é que se atreveria a confronta-lo.

Resta realçar algum dos aspectos relevantes dos poderes dos líderes Distritais e naturalmente a demonstração da democracia interna existente. Segundo ainda aspectos frescos na minha memória, o Líder tem logo à partida o direito de integrar a lista de candidatos a Deputado em lugar elegível. A lista de candidatos é por ele apresentada. Tem um papel (não sei se determinante) mas certamente bastante influente na escolha dos cabeças de lista para as Câmaras municipais e certamente outros órgãos autárquicos. Daí não ser muito de estranhar a “vaga de fundo” e apoios (certamente desinteressados) que levaram o actual presidente da federação a ter o lugar assegurado, o de presidente da Federação e mais as respectivas inerências. Ou seja vai “ganhar pela falta de comparência de adversário”

12 comentários:

Anónimo disse...

Qual democracia interna ! Uma treta .Meia duzia de iliminados reunem-se de tempos em tempos escolhem o chefe e tudo fica decidido para mais uns anos.
E depois o chefe tem por inerência ser deputado vitalicio e decidir em nome do PS das mais diversas matérias e politicas de interesse para o Distrito de Leiria.
O resto é conversa da treta porque os militantes do PS,pouco ou nada riscam,não são ouvidos para dar opiniões e o PS no Distrito não tem orgãos democraticamente eleitos e e as comissões politicas não funcionam.
É uma mascarada que de vez em quando preparam para enganar a democracia partidária.

Anónimo disse...

Ora aqui estão algumas explicações para o facto de os cidadãos, deixarem de confiar nos políticos que se refugiam nos aparelhos partidários para defenderem os seus próprios interesses.É que mesmo aqueles que não são muito espertos, sentem na pele o efeito devastador desta "Chico-espertisse", que anula as conquistas do povo que tantos anos lutou para as conseguir.

Isa GT disse...

Essa de quererem continuar a dar uma contribuição "desinteressada" até me fez rir ;)

Bjos

Naty e Carlos disse...

Todos os sentimentos cansam e "desistem", menos o amor. Sentimento algum é tão teimoso! Até quando passa, não acaba. Posto de lado, jamais se conforma. Mesmo se afogando na impossibilidade, não morre.
Bjs com carinho

Anónimo disse...

E assim se vai criando um exército de politicos profissionais, que vão votando sobre as varias coisas da vida real, de que nada percebem, nem precisam, pois votam como manda o chefe, para se manterem nas suas boas graças.

Rogério Pereira disse...

Folha Seca,

Obrigado por me ter dado um bocadinho da visão de como o "aparelho" se desenvolve. Não sabia...

Abraço

Anónimo disse...

"Tal como hoje, os partidos políticos da Primeira republica foram assaltados por oportunistas e por videirinhos ambiciosos e sem escrúpulos, que pouco a pouco foram expulsando da vida política activa os homens honrados"

Henrique neto (crónicas sobre o futuro)
Jornal de Leiria (hoje)

Anónimo disse...

Vai “ganhar pela falta de comparência de adversário?”
Ou vai ganhar pelo trabalho realizado!
Nunca o PS ganhou, o que ganhou no Distrito de Leiria. Obteve até melhores resultados Autárquicos, do que nas… legislativas!
Pelo facto de haver 2 listas, isso quer dizer que não existe uma grande unidade no seio do Partido? E pelo facto de existir apenas uma, demonstra o voluntarismo e o amor ao partido dos actuais dirigentes que estão na disposição de continuar a dar a sua contribuição certamente desinteressada.
Esta é boa, preso por ter cão e por não ter.

Anónimo disse...

Desinteressada ? Essa é boa !Contribuição desinteressada quando se sabe antecipadamente que o Presidente da Federação Distrital,tem o lugar de deputado assegurado nas respectivas listas.Quando se sabe que o actual Presidente é um carreirista e que se saiba nunca fez outra coisa na vida.
Contribuição desinteressada é de todos aqueles milhares de homens e mulheres que trabalham nas Associações e colectividades deste País sem nada pedirem em troca.De milhares de voluntários que arriscam a vida no socorrismo e no combate aos incêndios e que têm salários de miséria.

Anónimo disse...

não se pode ver alguém da terra a conquistar um lugar de destaque e de prestígiu e à logo os comentarios dos invejosos, epá ganhem coisas tb q isso só valoriza a marinha

De um anónimo para outro disse...

Ao anónimo das 19:18
Não sei aqui vai voltar. mas fica escrito.
Sim de facto tambem reconheço que não é ´fácil santos da casa fazerem milagres. Mass os lugares de destaque conquistam-se com trabalho e dedicação. Felizmente a nossa terra está cheia de exemplos de homens e mulheres que em vastas àreas souberam levar longe o nome da nossa terra, à custa do seu trabalho e saber. Muitos desses, mereciam estar nos sítios onde se decidem as grandes questões do presente e futuro. a pessoa que aqui pretende defender, apenas benefeciou do trabalho que outros fizeram... garanto-lhe que não é inveja, apenas tristeza, por ver um oportunista e carreirista ocupar um lugar para que, como tem tem demonstrado, não tem dignidade. Se pensa que isto é ser anti-PS, engana-se, porque eu sou daqueles que dei o meu voto para que semelhante espécie tenha sido eleito... porque para votar no meu partido, tive que engolir aquela coisa esquisita que nem sapo é.

Flor do Liz disse...

Pois é pode ter alguma razão, mas veja os membros do actual executivo, que são homens honestos, sérios e trabalhadores, que se têm posto ao serviço da causa pública e veja como são mal tratados, pelos comentadores deste blog e, caso isto seja não verdade, digam o que é que eles tem lucrado, por se terem posto, desinteressadamente, (e talvez muitas vezes empurrados) á disposição do serviço público.
É por isso que o PAÍS está como está, quem é válido é escorraçado, qualquer dia fartos viram as costas, porque é isso que os incompetentes pretendem.

Bom dia e um bom Domingo