.
.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

O óleo de fígado de bacalhau e o Orçamento de Estado.

Não sei bem quais as semelhanças, mas este fim-de-semana enquanto lia e ouvia notícias relacionadas com o Orçamento do Estado 2011, só me lembrava daquele intragável “remédio” que nos obrigavam a tomar durante a frequência da escola primária. Não sei se alguma vez soube para que é que aquilo servia. Mas que toda a gente, desde os professores aos contínuos mais os nossos Pais nos convenciam que tínhamos que tomar daquilo, mas ninguém dizia qual o beneficio de tão torturante e repugnante “remédio”.

Sei (como diria o meu querido amigo J.Carreira) que estou a confundir o toucinho com a velocidade, mas de facto “toda” a gente diz que o orçamento não presta, que não resolve, que ainda vai fazer pior à nossa economia, mas tem que ser porque lá fora estão com os olhos postos em nós e como tal, temos que levar com o orçamento pelas goelas abaixo! Goste-se ou não, vomite-se a seguir ou não. Paciência!

4 comentários:

Fê-blue bird disse...

E o resultado vai ser o mesmo, nunca ficarmos a saber para que serve e os benefícios que tem.
Acho que revolta o "fígado" de qualquer um.

Beijinhos e boa semana por aqui.

flor de jasmim disse...

O outro fechava-se o nariz e até se engolia, o oleo e o que nos diziam... e este é um abre-olhos? Talvez! Mas lixado de engolir.

Beijinho

Pedro Coimbra disse...

Pois eu acho que são realmente em tudo semelhantes.
E eu tive que chupar com a porra do óleo de fígado de bacalhau quando era garoto uma série de vezes.
Um abraço

Anónimo disse...

Perchancе thіs is partially rеsponsible foг the
ѕuссess that it's one of many TENS units available on the market place, but the aurawave cost is but approximately $150 in tot up.

Also visit my webpage; Danny