.
.

sábado, 15 de dezembro de 2007

LEMBRETE

(Program eleitoral 2005 - CDU)

"UMA GESTÃO MODERNA, DEMOCRÁTICA E PARTICIPADA"

"Concretizar uma gestão democrática, moderna, aberta e isenta, estimulando a participação de todos nos processos de decisão, dialogando com as populações e promovendo a participação dos munícipes na vida da autarquia"

"Introduzir a prática da elaboração do Plano Anual de Actividades e do Plano Plurianual de Investimentos com a participação das populações.”

(...)

Apesar de terem encetado um "novo ciclo", é bom que não esqueçam os compromissos assumidos.

2 comentários:

marinhense intrigado disse...

Pois... mas esse blá blá é de campanha!
É assim como que uma espécie de mel para apanhar moscas... depois, quando as moscas caem na esparrela, chegam de imediato à conclusão de que, afinal, no pote estava só vinagre do mais puro!
(Faço aqui um parênteses para dizer que, nisto, a CDU não é diferente dos outros…).
Ao fim e ao cabo, nós, que nos queixamos tanto dos políticos, somos os verdadeiros culpados destas situações acontecerem e mostrarem tendência para se eternizar, com os resultados que todos conhecemos e dos quais nos lamentamos...
Ora digam lá com toda a honestidade: se nas campanhas eleitorais os políticos nos falassem a verdade nua e crua, mesmo tendo nós, lá no fundo, a consciência de que essa verdade poderia traduzir as soluções mais eficazes para os nossos problemas, nós dar-lhes-iamos o nosso voto, sobretudo se eles fossem de uma outra cor que não a nossa?
Deixo este comentário à vossa apreciação.

Vitaminose disse...

A ausência de respostas ao repto lançado diz tudo ...... enfim, é o Concelho (e o País) que temos !!

As pessoas votam "nas camisolas" não nas ideias ou projectos .... avaliam-se as capacidades de terceiros sem os conhecer ....

Depois admiram-se de alguns usarem a Mentira .... afinal sabem a grande Maioria não está informada (nem quer estar) e acredita convictamente em quem quer, nos seus, os da sua cor ..... como se os Maus fossem todos de um Partido e os Bons todos de outro (independentemente dos Partidos)

É a Democracia à Portuguesa no seu esplendor ....

E o País a marcar passo e a Marinha de marcha atrás ....