.
.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Revista de Imprensa

"São os funcionários da Câmara culpados?"




(surripiado do Região de Leiria - edição pdf inteligente)

27 comentários:

roberto disse...

O Dr. JPP acha que a autarquia tem excelentes funcionários. Eu até posso concordar, mas esta é apenas uma meia verdade que até dá jeito para afrontar a maioria em tempo de eleições. Mas o que todos sabem e o que o Dr. JPP não disse (e devia ter dito!) é que, tal como em todo o lado, a câmara da Marinha também tem péssimos trabalhadores e esses é que são o problema.
Há porém duas coisas que não se podem confundir, a incompetência política e a incompetência profissional e a CMMG sofre desses dois males, apesar de também ter funcionários exemplares. Como em todo o lado.

Praça Stephens disse...

mas eu não disse, caro comentador, que a câmara só tinha excelentes funcionários. Agora é verdade que nem os que são bons, e são muitos, esta câmara consegue aproveitar. Na primeira oportunidade desculpa-se com eles. E isso é que é inaceitável!

anarcabe disse...

O que seria aceitável, a meu ver, era ver e ouvir os responsáveis políticos, assumirem as suas incapacidades politicas.

O que disse o deputado do PSD, foi assumir a incapacidade dos seus eleitos em anteriores vereações, assim como a incapacidade de resolução dos problemas da CMMG.

Não podem vir agora excluir-se da gestão danosa da edilidade, imputando culpas a todos os seus trabalhadores. Se querem ser objectivos, digam os nomes de quem acham não servir o povo da Marinha Grande.

- disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Acintoso disse...

Esta malta do BE é levadinha da breca!
A propósito (e até a despropósito!)de tudo e de nada, têm de vender a mercadoria.
Tá bem, malta, a gente finge que não entende...

Anónimo disse...

Caro Praça Stephens,

os problemas não vêm de agora. Já são antigos.

Assume, por isso, os erros cometidos (mercado Atrium, "morte" do comércio tradicional, etc.) ??

Repare que os exemplos apontados pelo deputado do PSD são, a maior parte deles, referentes ao "vosso" tempo ........

Anónimo disse...

Ò Anarcabe,percebe-se porque é que você e os seus não gostam de touradas ...... "marram" sempre na mesma coisa.

O que é que o PSD e os seus eleitos têm a ver com o mercado do Atrium, p.e. ?

Ou com as intevenções no comércio tradicional ??

Se ler bem (o que não é possivel quando se tem a visão distorcida) foram esses os exemplos apontados ........

anarcabe disse...

A todos os anónimos do PSD.

Coitados...

Anónimo disse...

Vejamos pois...se os funcionarios são "os melhores do pais, acima da media" , assim a unica explicação plausivel para a lastima desta terra e desta Camara so pode ser uma: a pessima qualidade dos politicos eleitos que o PS (15 anos) e o PCP (18 anos) têm tido sempre que ganham as eleições..e pelos vistos este mal é para continuar...

Anónimo disse...

Sim, devem ser todos excelentes..pena é que as obras não funcionem, que o juristas não cumpram a lei, que as finanças da camara tenham buracos e falhem candidaturas, que o planeamento não ordene de vez esta terra, que se façam lombas ilegais, que se descarregem esgotos no rio Liz etc.. etc..mas tirando isto tá tudo bem..tá mesmo tudo bem !

Não me Fecundem sff disse...

Os únicos que "ganham" eleições, isto porque estão quase sempre presentes no executivo da CMMG, é um facto, são os vereadores eleitos pelo PSD. Fizeram alguns Kaka que chegue.

Mesmo agora li (escrito esta semana) que o próximo presidente da CMMG, afirmação do independente proposto pelo PSD, diz então o Sr., que se não ganhar... não se incomoda de dar uma ajuda... a quem ganhe.

Lá estão eles em bicos de pés, outra vez!!!!

Como é? mas é para ganhar? ou é só para dar uma ajudinha?

Deixa anarcabe, estes "jovens", caem de maduros.

Anónimo disse...

Ao "não me Fecundem sff disse..."

A candidatura do PPD/PSD com o independente A.Santos só tem um sentido, ganhar, ganhar, ganhar...

Nem se poe outra hipotese que não essa...mas se por qualquer motivo, embora remota, essa hipótese nao surgir, prefere o quê? provocar eleições antecipadas, criando rotura na governação local? Ou apoiar as boas ideias desde que sejam em prol da Marinha Grande,Vieira ou Moita? Comunicamos-lhe que a candidatura do independente A.Santos não estão nestas eleições para se colocarem em bicos de pés, nem,tão pouco, para ganharem protagonismo...os jovens,como diz, não precisam disso...precisam é que o concelho coloque de uma vez para sempre os interesses da população acima dos interesses partidários...como tem acontecido ao longo destes 35 anos de governação PCP/PS.Querem que haja dialogo em prol da evolução do concelho e não do diálogo "Baloffo" que tem sido apanágio destes anos...e que em nada contribui para a evolução da nossa terra...quem tem perdido com isto é a população da MaRINHA...queremos uma Marinha no Centro da Inovação e do desenvolvimento em que todos participem com ideias, venham elas de onde vierem...é preciso é que sejam boas...
O Sr já reparou que está perante uma nova filosofia de Governação local...Já reparou que as politicas entre o PS e o PC, ou vice-versa, já não se ouvem? Como pode um concelho evoluir assim? É por isso que afirmamos de forma categórica , sem nos colocarmos em bicos de pés ou quaisquer outros protagonismos,que o concelho da Marinha precisa de um Novo Rumo, e a nossa candidatura vai ocupar esse espaço para bem de todos nós...

Anónimo disse...

Ao Anarcabe

Quando afirma "A todos os anónimos do PSD.

Coitados..."

Custa-me dizer isto mas coitado é o Sr.
Mas o sr não se faz passar por um verdadeiro anónimo? Afinal quem é? Qual o seu verdadeiro nome? É alto ou baixo? Gordo ou Magro? Funcionário público ou privado?

Coitado?...

anarcabe disse...

Coitadinhos, 2ª parte...

Tenho corpo suficiente, para não investirem em mim.

Invistam na Marinha Grande.

Não me Fecundem sff disse...

Ao anónimo das 10.53, ou de qualquer outra hora.

A retórica eleitoralista, de leitura que pode ser de um qualquer partido, não disse nada de novo.

O facto é que o homem se dispôs a "ajudar", se isso é uma atitude ganhadora, vou ali e já venho. Está qualquer coisa a falhar, assim não vamos lá.

Anónimo disse...

Ao "Não me Fecundem sff disse..."

Ao longo destes 35 anos de governação PS/PCP , Marinha está uma lástima. Alguma coisa foi feita, mas muito mais, mesmo muito mais, ficou por fazer...Comparando com outros concelhos, estamos mesmo mal...o sr diz que leu o jornal de Leiria, então leu algumas propostas do candidato A.santos entre as quais ainda faltam 130 km de saneamento, não temos uma piscina municipal...
Então acha que é preciso inventar novas ideias quando o essencial ainda não foi feito? Em primeiro lugar vamos fazer o que falta, depois, aí sim, vamos, repare dizemos vamos, porque o povo da Marinha sp. mostrou capacidade para vencer e é com eles que vamos contar (com todos mesmo) que vamos dar um Novo Rumo. Tb já repetimos que a nossa postura nestas eleições é para ganhar,ganhar,ganhar...a palavra ajuda só pode ter sido jornalistica... nunca ouvi o candidato falar em ajudar, mas sempre em ganhar...temos que analisar o contexto da frase...se o sr ajudar,apoiando a candidatura novo rumo, e, como o sr, outros ajudarem, então aí sim,a atitude muda e acredite que a Marinha,Vieira e Moita tb vão mudar...Acredite e deixe-se de pormenores que em nada contribui, nem nunca contribuiram para o progresso da nossa terra...

anarcabe disse...

Culpa jornalística???

folha seca disse...

Com a devida vénia ao autor, deixo aqui um exerto do romance Ensaio sobre a lucidez de José Saramago, acompanhado da sugestão aos jovens e menos jovens a leitura da respectiva obra.

"Num país qualquer, num dia chuvoso de votação, poucos eleitores compareceram para votar, durante a manhã. As autoridades eleitorais, preocupadas, chegaram a supor que haveria uma abstenção gigantesca. À tarde, quase no encerramento da votação, centenas de milhares de eleitores compareceram aos locais de votação. Formaram-se filas quilométricas, e tudo pareceu normal. Mas, para desespero das autoridades eleitorais, houve quase setenta por cento de votos em branco. Uma catástrofe. Evidentemente que as instituições, partidos políticos e autoridades, haviam perdido a credibilidade da população. O voto em branco fora uma manifestação inocente, um desabafo, a indignação pelo descalabro praticado por políticos pertencentes aos partidos da direita, da esquerda e do meio. Políticos de partidos diferentes, mas de atuações iguais, usufruindo de privilégios que afrontavam a população. Os eleitores estavam cansados, revoltados. Os governantes, sentindo-se ameaçados, trataram de agir em nome da ordem, perseguindo, prendendo, maltratando, eliminando. Alguns que viveram os horrores da cegueira branca, novamente sofreram. Os governantes, preocupados em salvar a própria pele, em garantir o poder, não perceberam que a cegueira branca de outrora, demonstrativo de que há muito o homem estava cego, tinham paralelo com o voto branco de agora, indicativo de que a população não perdera a lucidez. Estranhamente, não houve uma mobilização para o facto"

anarcabe disse...

Já que estamos nesta, vejam o "analfabeto politico", de Berthold Brecht:

http://www.youtube.com/watch?v=2RwJemF_9tY

Anacrónico disse...

Pelo que li escrito pelos comentadores PSDeanos, para eles, a inovação passa, sobretudo, pela discursata: -"Então acha que é preciso inventar novas ideias quando o essencial ainda não foi feito? Em primeiro lugar vamos fazer o que falta, depois, aí sim, vamos, repare dizemos vamos, porque o povo da Marinha sp. mostrou capacidade para vencer e é com eles que vamos contar (com todos mesmo) que vamos dar um Novo Rumo. Tb já repetimos que a nossa postura nestas eleições é para ganhar, ganhar, ganhar...", (sic)
E por ali se ficam, com a ideia de que tal é suficientemente inovador para se dizerem 'ganhadores'.
Palavras, palavras (como dizia a velha canção francesa)...
Se não tivessem a memória curta, já se teriam apercebido que o fantástico Artur manteve um discurso similar vai para quatro (dolorosos) anos e, os resultados de tanta e tão comovida retórica estão à vista de todos!

Só espero é que os marinhenses não levem à letra aquilo que José Saramago retrata no seu texto e aqui trazido, para reflexão (digo eu!), pelo Folha Seca.
Se tal acontecesse, talvez isso fosse mesmo a gota de água a fazer transbordar a taça da pobreza franciscana a que esta nossa terra tem estado sujeita...

Precisamos de discursos de verdade e de realismo e não de tiradas idealistas sem fundamento inovador ou de presentes embrulhados em palavrosos discursos de boas intenções!

anarcabe disse...

Caro Anacrónico, a canção era Italiana. As minha desculpas pela rectificação.

Do resto gostei.

folha seca disse...

caro anacrónico

Este pequeno extracto do " ensaio sobre a lucidez" foi mesmo para tentar por a reflectir alguns bitateiros do nosso largo... não advogo o voto em branco! sou dos que integrei um movimento(MJT) que a nivel Nacional recolhemos umas largas dezenas de milhares de assinaturas a reivindicar o voto aos 18 anos... era mesmo só para reflexão, mas enfim...

Anacrónico disse...

Está bem Anarcabe, a canção era realmente italiana.
Obrigado pela correcção.

Folha Seca, claro que compreendi que o texto era para reflexão.
E bem precisamos de reflectir, hoje.
A maior das dificuldades que se nos coloca decorre da imensa ‘ruideira’ que por aí vai!
Por isso mesmo, é bom que ouçamos, não os que mais gritam e barafustam, ou os que nos vêm com rótulos de únicos e lídimos defensores do povo, e, ao contrário, demos ouvidos atentos àqueles que possam apresentar projectos sólidos e realizáveis de forma a tirar este nosso concelho do beco (quase sem saída) em que se encontra, mesmo que os seus proponentes nos falem desses projectos em voz baixa!
Para amplificá-la - a essa voz - basta que usemos a capacidade pensante das cabeças que Deus nos deu...

Anónimo disse...

Ou Anarcabe

se os coitadinhos descobrem que vive no Pero Neto???

Acintoso disse...

Olha p'ra este a atirar o barro à parede!...

E se o Anarcabe dissesse que vive na Amieirinha?, ou na Comeira?
Vá lá ó anónimo, não seja tolo!

- disse...

Coitadinhos 3ª parte.

Anónimo disse...

Eu cá tenho a ideia que, ou o mal está nos novos funcionários, ou está em quem manda nos funcionários.
Para quem não sabe, os funcionários são os mesmos, e se não tivessem andado com trocas e baldrocas além da tábua rasa (leia-se tábua partidária) aquilo se calhar até funcionava, porque antes funcionava, agora pelos vistos é que não.
E dizer que: a culpa é dos funcionários, é pura e simplesmente passar e atribuir um atestado de estupidez e de incompetência aos maus, (ficando a faltar o devido processo) assim como testa a mesma estupidez e incompetência dos bons funcionários, que EXISTEM dentro do Município, independentemente da suas convicções politicas ou estratégias partidárias!
Tal comportamento birrento e parvo, prova no fundo, a fraqueza e a mediocridade a que chegam alguns vereadores, vereadores esses, que já foram candidatos e que aos olhos dos partidos e dos órgãos locais e das pessoas que os escolheram e que os votaram em comissão política, porque simplesmente eram os melhores, o que agora se prova que é mentira.
Pelos vistos a crise, também já chegou e atingiu em cheio, a moral e o aprumo, ficando apenas a cobardia saloia, felizmente certos e determinados valores nascem com as pessoas, não se compram nas grandes superfícies, nem nas pequenas aqui do bairro, dai alguns, terem uma riqueza incalculável, ao contrário de certos especuladores políticos, mesmo devidamente eleitos, que realmente não passam de pobres tristes.

e … assim, vai a nossa praça!