.
.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Revista de Imprensa

4 comentários:

anarcabe disse...

Este serviço faz parte do "simplex", Já o experimentei na MG, sendo o resultado o que se esperaria, não é possível...

Anónimo disse...

Mais um sinal dos tempos modernos................

Tempos Modernos ue éo nome de um Filme......emblemático, sarcástico!

Será que tudo isto que é apresentado e apregoado como grandes mudanças, noa passa de mais uma manobra de diversão, de ocultar os reais problemas, apresentando novidades que em nada servirão para melhor objectiva e concretamente o assunto em causa, SAUDE, CUIDADOS DE SAUDE.

Se pararmos e verificarmos que a grande maioria dos utentes destes serviços, são pessoas de idade, ou de baixos recursos..... de que serve a internet, as marcações de consultas por web? NADA

O que todos utentes pretendem, e desejam é pro serviços mais operantes, mais funcioanis e qe respondam rapidamente às necessidades de cada um, ora isso é tudo o que nao se altera com esta ideia, esta proposta.

Deixem de mascarar a verdade com enfeites.
e Nao coloquem nos médicos todos os erros e todas as falhas!!!!! pois milagres já nem em Fátima!

Anacrónico disse...

Ao nosso Centro de Saúde não há 'simplex' que lhe valha!...
Só quem não sente a aflição que é marcar uma consulta, é que pode pensar o contrário.
Antes de pensarem em aplicar ali um qualquer 'simplex', procurem (os que disso têm a responsabilidade e o dever) é pô-lo a funcionar decentemente, sem ser necessário ir para as marcações de consultas à tarde do dia anterior ao pretendido ou, então, comprá-las aos desgraçados que fazem das marcações o seu modo de vida!
Os médicos lá vão fazendo o que podem e dando 'umas boleias', mas isso não são métodos de país civilizado!
Admito que há muito boa gentinha que usa e abusa dos serviços e que, por tudo e por nada, lá estão caídos a roubar a vez a quem verdadeiramente precisa de um médico.
Mas para essas faltas de civismo é necessário que quem tem a responsabilidade de gerir os serviços - e que para isso é pago - encontre as soluções que se impõem.
Agora deixar as coisas como estão é que não resolve nada. Bem pelo contrário, só contribui para que se vão agravando as situações.

Quanto ao caso da Batalha que não conheço convenientemente para poder dizer se funciona bem ou mal, há, no entanto, uma coisa que eu sei, por conhecer casos em concreto. As coisas naquele Centro de Saúde estão infinitamente mais a favor do cidadão utente que no nosso.
Vá lá saber-se porquê...

Wolverine disse...

Ao anónimo das 12:54:

Dá-me ideia que o V.Exa. deve pertencer ao grupo de cidadãos que encontra sempre algo para criticar em qualquer que seja a medida que este ou outro governo tome. Provavelmente, na sua opinião o Cartão do Cidadão é uma péssima medida, porque era o cartão é meio cor de rosa e deveria ser de outra cor qualquer...

Voltando ao assunto, claro que esta medida é de extrema importância, à semelhança do portal das Finanças onde eu comodamente e em 10 minutos entrego a minha declaração ao invés de estar horas numa fila interminável. Claro que nem toda a gente tem internet e computador em casa, mas esta é uma óptima medida. "Só" falta agora implementar a nível nacional em condições.

Na minha singela opinião, acho que é melhor fazer algo do que não fazer nada. Com os erros podemos aprender, mas se não fazemos nada então também não acertamos...