.
.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Passatempo das Calhandreiras



Vá lá pessoal, esta é fácil, um bacalhau graúdo para quem acertar no autor desta magnífica prosa:

“O Mercado da Resinagem é fechado pela ASAE, após uma campanha ignóbil, com o mote de que o mercado não tem condições e que existem no mesmo ratos e outros animais semelhantes. Nos 12 anos em que foram Câmara Municipal estes animais por certo não existiam lá. Nasceram a partir do dia em que perderam as eleições.”

Querem uma ajudinha? As Produções Fictícias já lhe fizeram uma proposta para guionista.
E já sabem, se ninguém responder correctamente o bacalhau reverte para o tal fundo de apoio ao alargamento da Zona Industrial.

4 comentários:

Anónimo disse...

Aposto no prémio Nobel da Literatura Português.
Ganhei?
Já tenho a Sopa do vidreiro Ganha para esta semana!

Pirolito travesso disse...

É realmente uma prosa exemplar, e não duvido que o seu autor deva ser premiado!
O Mia Couto inventa, cria e recria palavras, mas não chega sequer aos calcanhares deste autor, uma vez que não lhe reconheço (ao Mia Couto, entenda-se) a originalidade genial de criar animais!
Duvidam? Então leiam atentamente: "...com o mote de que o mercado não tem condições e que existem no mesmo ratos e outros animais semelhantes".
Ora digam lá, o homem não é genial?
Animais semelhantes aos ratos? Serão cangurus? Capivaras? Ou bichos jamais vistos e classificados por estas paragens?
Como diria o Relaxoterapeuta: G-E-N-I-A-L!

Anónimo disse...

Esta frase é do Prof Dr Guilherme Stephens, que já entrou em campanha.
O Bacalhau, olhem, pode ir para a Confraria da Sopa, há por lá quem o mereça.

Pirilampo disse...

Se há! Olarila! E que boa é a sopinha!...