.
.

domingo, 27 de setembro de 2009

Resultados I (sujeito a actualização)


Resultados para o concelho de
Marinha Grande

Partido / % Votos / Votos
PS 34.74% 6760
PCP-PEV - 17.85% 3473
BE 16.92% 3293
PPD/PSD 16.6% 3230
CDS-PP 6.46% 1258
PCTP/MRPP 1.54% 299
MMS 0.37% 72
MEP 0.29% 57
MPT-PH 0.29% 57
POUS 0.28% 54
PPM 0.24% 46
PND 0.21% 41
PPV 0.2% 39
PTP 0.2% 38
PNR 0.12% 24



(fonte: Sapo)

16 comentários:

Anónimo disse...

Mais uma vez os Marinhenses ficaram em casa, estão satisfeitos com o Sócrates!!
Mais de 10mil marinhenses não foram votar!!
Depois não se venham queixar!!
Uma lição para todos estes bananas que ficaram em casa, é dada por um jovem marinhense que está no Afeganistão em serviço e que não quis deixar de votar nas eleições legislativas no seu concelho, votando por correspondência.
Bem haja, não interessa em quem votou!!
Antes do 25 de Abril de 74 os então Jovens gritavam por democracia e liberdade de voto, agora ficam em casa ou vão passear em vez de demonstrarem nas urnas a sua opinião do estado pais.
Que vergonha para os mais novos, para os Vossos filhos e netos.
Deixar que outros decidam por VÓS!!???

Anónimo disse...

Parabéns ao Anónimo anterior pela análise feita aos resultados das eleições legislativas no Concelho da Marinha Grande.
É uma vergonha andarem quatro anos a falar mal do PS e em apenas 11 horas dão nova possibilidade ao "Eng.Socas"ou "Socras" de tentar formar um novo "desgoverno".
Verdade seja dita, "têem o que merecem", não depois dizer que não foram avisados.

Sempre atento disse...

Este anónimo,certamente um dos "jovens" do novo rumo, não percebe que a abstenção foi um acto de protesto, por ventura contra o PS, mas também contra o PSD, por ter feito uma "anti-campanha", toda ela direccionada para o ataque pessoal, a insinuação torpe, ao mesmo tempo que passava a mensagem dos desgraçadinhos e de que o que nós precisamos é de parar tudo, rasgar tudo, destruir e apagar o que se fez e escreveu, porque nada do que se fez ou disse tinha o mínimo de valor.
O PSD na Marinha foi ultrapassado por um Bloco, tipo 3 em 1, que representa uma esquerda caviar, vazia de propostas exequíveis, que vive e cresce do protesto e que, como a abelha que morre depois de espetar o ferrão, também se apagará no dia em que for chamado a contribuir para a solução dos problemas do País.
O PS ganhou esta batalha, mas tem outra a seguir, onde outros interesses se movem e onde outras marionetas gesticulam e esgrimem farpas de veneno, numa pantomina onde um "comendador" assume o papel de vedeta.
Aguardemos a evolução desta campanha que agora começa, sendo certo que, para bem da Marinha, é preciso virar a página. Eu vou votar no dia 11.

Anónimo disse...

Ao Sempre atento disse - engana-se!
Virar a página?? Se bem me lembro à 16 anos - era esse o lema do PS -passados estes anos todos - bem podemos perguntar - virar a página?
para voltar ao mesmo?
Ou amigo - deixe que Lhe diga precisa de recorrer a um bom especialista da vista, não a um farmaceutico.
Mas ver o resultado em 16 anos de poder da Esquerda no nosso concelho!!
O Amigo não deve estar a ver bem os resultados eleitoral deste ano - some os votos do PSD e do CDS/PP e depois falamos.
Veja os resultados do PSD e do CDS na Vieira. Quem se deve preocupar é a CDU e mesmo o PS - Autárquicas não são a mesma coisa que Legislativas. OU SERÁ QUE O ARTIGO DO JORGE MARTINS JÁ ESTÁ A PRODUZIR EFEITOS?
Já agora - "que a campanha começa?"
Ou Amigo - o sr. anda mesmo desfazado da realidade - o PSD já anda em Campanha desde Outubro de 2008 - o PS é que ainda não se viu nada.
Se vai votar a 11 de Outubro, ainda bem!! É uma boa decisão.
Fico satisfeito e a democracia agradeçe.

Anónimo disse...

Quem se deve preocupar com o BE é a CDU!!

Anónimo disse...

Como hoje, no dia 11 vou votar e vou votar numa mudança necessária e urgente para o concelho da Marinha Grande. Este Executivo PCP/PSD precisa de um voto de protesto por tudo o que prometeu e nada cumpriu, é preciso que vamos todos às urnas e penalizemos com o nosso voto estes dois partidos que durante 4 anos tiveram as melhores condições para governarem e mais não fizeram que governar-se.

anarcabe disse...

Eu conheço o soldado que está no Afeganistão! Não sei em quem votou!
Mas teve mais civismo que muitos que o apregoam... Que tudo lhe corra bem, é o que lhe desejo!

Em relação às Autárquicas...nova luta...novas eleições. Começa tudo de novo...daqui a 15 dias logo se vê!

Anónimo disse...

O PSD coligou-se com o PCP na Marinha Grande e foi co-responsável pela gestão catastrófica deste executivo. Aliás, já no último mandato, se coligou com o PCP para eleger o Presidente da Assembleia Municipal, à revelia da vontade da maioria dos eleitores que deram a vitória ao PS.
Isto são factos.
Quanto à política caseira, avançar com candidatos directores e funcionárias das finanças, como cabeças de cartaz, começa a dar efeitos, porque consta que Jorge Martins terá rabos de palha quanto ao fisco e gato escondido em of-shore que o Dr. Santos conhece.
Logo, dá imenso geito bajular o candidato laranja e ao mesmo tempo vingar-se do PS lhe ter dado uma tampa, matando dois cpelhos de uma cajadada.

Anónimo disse...

É pá, este ultimo comentador sabe coisas que eu não sei...

Bolas, apoiar candidatos para depois usufruir das suas qualificações académicas e profissionais? Nãaaaa...

Os candidatos escolhem-se para...nada! A ideia é apresentar alguém que depois se percebe que...não serve! A quem isto interessa? Aos funcionários dos partidos que, não tendo capacidade alguma para serem o que quer que seja, pelo menos com um chefe acéfalo sempre vão mandando alguma coisa!!

Foi pelo menos isto que em 2005 fez o PSD e a CDU, com JB Duarte e A. Oliveira.

Já agora fica o aviso para A. Cascalho (PCP) e A. Santos (PSD) : "nas costas dos outros vejo as minhas"!

Mantenham-se bem atentos: cá para mim, e a confirmar-se esta banhada eleitoral no dia 11, os vossos amigos vão ser os primeiros a acertar contas com o vosso pobre resultado.

Mesmos votos de PSD, CDU e BE? Isto parecía-vos possível na Marinha Grande há 4 anos?

Pois deveria servir para a reflexão daqueles que nos explicaram nestes 4 anos como a politica é assim, cruel - vão provar o veneno que ajudaram a fazer.

Há dois anos empunharam a faca, agora têm de dar as costas!!

É muito bem feito, Cascalho! Toma lá que é p'ra aprenderes!

Vento do Norte disse...

Calma! Os sinais são animadores, mas não deitem foguetes antes da festa.
Precisamos de mobilizar o máximo possível de eleitores para que não haja surpresas e para que a vitória, pertença a quem pertencer, seja legitima e expressiva!

anarcabe disse...

Caro "Sempre Atento"

Deixe-me relembrá-lo que o PS perdeu 1829 votos entre 2005 e 2009(legislativas) , o que corresponde a pessoas que deixaram de acreditar no projecto politico do PS. Quanto a isto não adianta divagar...

Agora em relação ao Bloco de Esquerda, alem de manter consecutiva e consistentemente a votação, visto ter aumentado 1002 votos entre 2005 e 2009 (legislativas). Por muito que divague, são estes os factos e vai ter que os gramar.

Vento do Norte disse...

Não creio que haja paralelo entre legislativas e autárquicas. Aqui são outros os interesses e é outra a conversa. Os aplausos e as vaias são para os políticos locais, aqueles a quem julgamos conhecer melhor motivações e interesses, telhados de vidro, capacidades, fraquezas, etc., independentemente do partido em que militam ou simpatizam. Sei do que falo porque já votei ocasionalmente em vários partidos e movimentos, por acaso todos à esquerda do PSD e voltarei a fazê-lo se disso vier vantagem para o Concelho.
O único voto autárquico de protesto colectivo de que me recordo, foi o último, não contra o trabalho desenvolvido mas contra o distanciamento das decisões do executivo PS, e também, hoje ainda mais claramente, contra o candidato Vieirense JPP. Mas esse protesto, que os Marinhenses adoptaram, todos nós sabemos quanto custou ao Concelho.
Todos sabemos, não! Sempre há para aí admiradores do umbigo ou adeptos do caos que confundem interesses do Concelho com interesses do partido e pessoais.
Acho que a força vencedora vai ser a do PS e a estas pessoas candidatas, mesmo em improvável minoria, não vai seria difícil acordar decisões para o progresso da Marinha e dos Marinhenses.

Anónimo disse...

Estes Xuxas que aqui vêm escrever representam a maior PODRIDÃO politica que existe neste "pobre" Concelho.


Inventam ..... mentem ..... caluniam ..... que miséria.

Assumam publicamente as mentiras que aqui escrevem ......

Apareçam ..... falem em público e discutam-nas cara-a-cara com os visados ..... só assim mostram que estou enganado.


MISERÁVEIS !!!!

Anacleto Fontaínhas disse...

Se eu fosse alguém em todo este 'xadrez', bateria com o martelinho na mesa e diria: Ponto de ordem à mesa:
Assim, como sou um cidadão normal e sem ponta de possibilidade de interferir em seja no que for, direi somente que, nestes comentários vai uma grande confusão, com cada um dos comentadores a puxar a abrasa à sua sardinha.
Vejamos por que penso assim?

1 – Fazem-se geometrias à volta dos resultados do acto eleitoral de ontem, para as Legislativas, tentando deles tirar conclusões adaptáveis ao do próximo dia 11 de Outubro, para as Autárquicas.
Certamente não se esquecerão (já houve quem, para isso, chamasse a atenção e com toda a propriedade!) que se trata de realidades totalmente diferentes!
Para as próximas eleições, as ‘domésticas’, não deveremos olhar para o governo ou para as oposições a nível nacional. Se o fizermos correremos o risco de continuarmos a manter no palco das decisões, aqueles que não puderam (ou não souberam?) governar o nosso concelho de forma a evitar que ele, em somente QUATRO míseros anos, se tenha afundado da forma como se afundou!

2 – Vejo que há alguém, que pelos seus textos deve estar muito próximo do Bloco de Esquerda, a usar de uma certa ‘arrogância’, certamente obtida por contaminação com o líder do referido partido que, diga-se em abono da verdade e da decência, ontem ficou muito mal na fotografia!

3 – Houve quem se referisse, e bem, aos abstencionistas.
De facto eu sou dos que se associam à crítica sobre esta ausência de interesse para com o voto.
Tenho ouvido as mais diversas versões sobre as razões da não permanência perante a mesa de voto. Todavia, permitam-me o desabafo, só me convencem aquelas que resultam da ausência por força maior e se a distância for considerável relativamente ao local onde se vota ou, mais justificável ainda, as que resultam de motivos de saúde!
Quanto a todas as outras situações de ‘chega p’ra lá’ às eleições soam-me a ‘desculpas de mau pagador’ e traduzem-se, do meu ponto de vista, no mais completo desrespeito para com aqueles que muito lutaram para que tivéssemos este direito de verdadeira cidadania que é o acto de VOTAR!
Se não lhes agradam os partidos, pois que votem em branco, que é o verdadeiro voto de protesto… agora não ir votar?!
Bem, cada um fica no que se lhe parece, e eu fico…

4 – Deixei para último uma breve análise ao que escreveu o anónimo de 28 Set. 00:25

Cito: “Veja os resultados do PSD e do CDS na Vieira. Quem se deve preocupar é a CDU e mesmo o PS - Autárquicas não são a mesma coisa que Legislativas. OU SERÁ QUE O ARTIGO DO JORGE MARTINS JÁ ESTÁ A PRODUZIR EFEITOS?”.

Ao referir aqui a entrevista (e não um artigo) que o comendador Jorge Martins deu ao Jornal da Marinha e porque vi ainda o seu nome referido num outro comentário, com cheiro a torpe, dando a entender que Jorge Martins estaria a dar palmadinhas nas costas ao Dr. António Santos por causa de situações menos claras, eu devo dizer que repudio este tipo de insinuações que são duplamente ofensivas, pois denigrem ambas as pessoas em consideração. E isso é feio, muito feio!

Por outro lado e agora no plano das ideias, eu quer-me parecer que na entrevista de Jorge Martins perpassa muito de ‘dor de cotovelo mal curada’, ou, então, laivos de uma pré senilidade que, a verificar-se, muito me contristaria!
Poderá ainda existir uma terceira situação e, essa também, nada cómoda para o senhor comendador. Refiro-me a uma incontida prosápia de saber falacioso que não é, de todo, recomendável e, de resto, não lhe reconheço!
Pois seja pelo que for, aqui fica um conselho a Jorge Martins: Cure-se, homem, cure-se que a sua imagem não está a ficar muito favorecida!.

Pirolito conduído disse...

Ó anónimo 28 setembro 21:02
Eh pá! cure-se, que o amigo(a) entrou numa espiral de desespero e isso é mau homem (mulher)!!.
Até lhe pode dar a paradinha!

Isto quando faltam os argumentos, sai o insulto. É dos livros...

curioso disse...

Isto de dizer mal de tudo e todos é muito fácil engraçado é que quase sempre 0s que menos fazem são os que mais criticam mas quando chamados para colaborar para melhorar as coisas dificilmente aceitam .


Pois é dizer mal é muito mais fácil.

Também são importantes estes mal dizentes pois se não houvesse alguem com ideias e coragem para desenvolver projetos o que seria desta especie de gente não teria nada para fazer (parasitas).


É importante assumir projetos mesmo não sendo os melhores mais vale fazer qualquer coisa a não fazer nada........