.
.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Isto é normal?

Numa gentileza da CMMG, informam-se todos os interessados que já estão disponíveis para consulta, no respectivo site, as actas de 2009. Uma vez mais a nossa luta, a luta do povo trabalhador da Marinha Grande, deu os seus frutos! E mais não lêem blogues…

A comissão de utentes das actas da câmara



Mas vamos ao que interessa!

11 de Março de 2008


Um ano depois…

Reunião ordinária da Câmara Municipal da Marinha Grande realizada no dia 15/01/2009 - Acta n.º 01 (págs. 12 e 13)

7 - REQ. 3740/08 - PC N.º 02/08 - EDP - DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA, S.A.
LOCAL: ZONA INDUSTRIAL MARINHA GRANDE - CASAL DA LEBRE - MARINHA GRANDE
DESIGNAÇÃO: CONSTRUÇÃO DE SUB-ESTAÇÃO DE ENERGIA ELÉCTRICA

07 - Presente requerimento da EDP - Distribuição de Energia, S.A., com sede na Rua Camilo Castelo Branco, n.º 43, a solicitar autorização para construção de uma sub-estação de energia eléctrica, sita na Zona Industrial, Casal da Lebre, Marinha Grande.

Presente processo de licenciamento referente à construção de uma sub-estação de energia eléctrica, em Casal da Lebre - Zona Industrial da Marinha Grande;

Presentes Informações Técnicas que atestam estarem os projectos de arquitectura e especialidades, inerentes aquele licenciamento, aptos a merecerem aprovação.

Após análise da pretensão a Câmara deliberou deferir o licenciamento referido, com o condicionalismo de apresentar termo de responsabilidade do Técnico que subscreve o projecto da rede de águas residuais, conforme o Anexo I da Portaria 1110/01, de 9 de Setembro.

Esta deliberação foi tomada por unanimidade.


Desculpem-nos a ignorância mas, é normal começar (e praticamente concluir!) uma obra e só passado um ano ser aprovada a licença?

13 comentários:

Anónimo disse...

Isto é so para a malta do grande capital, se fosse um particular a obra ja estava embargada e com uma multa.
já para não falar no facto de ter violado o plano de pormenor da Zona Industrial.
Mas a oposição tb anda a assobiar para o ar, ou então tb não le blogues é que a desição de aprovar foi tomada por unanimidade.

anarcabe disse...

Quando se fala em oposição temos que referir a oposição com assento na vereação, a saber(CDU) PCP/PEV, PS, PSD. Este é o rosto da "oposição" faz de conta, não gosto que confundam.

Os que referi a cima sim, são cuniventes.

Anónimo disse...

e com assento na assembleia ou esses não falam BE.

gil disse...

A oposição leia-se PS esta mais preocupada em escrever blogues sobre futebol, do que sobre estes assuntos, é que isto é chato e assim faz de conta que esta tudo bem.

gil disse...

Já que todos dizem que não leem blogues mas no final vai-se a ver leem, pode ser que o Sr. do Ministério Publico agarre nisto ou sera que tb esta distraido com o futebol.

Anónimo disse...

Bem prega Frei Tomás!!!!!!!
Um municipe cá do burgo começou a construir um muro de vedação e...pimba fiscalização à perna...embargo...processo de contra-ordenação....coima...multa e sei lá que mais...e foram só meia duzia de tijolos... A EDP faz, ilegalmente uma obra destas e tá tudo na boa...
Assim anda o PCP cá da terra...os pobres que paguem a crise....quem diria...quem diria!!!
É por estas e por outras ainda piores que já não me revejo neste PCP.

Anacrónico disse...

Claro que não posso estar de acordo com o facto da EDP ter feito a obra sem licença, mas isso talvez demonstre, de forma categórica, a ineficiência deste executivo que nem para aprovar uma obra de relevante interesse sabe ser célere!

Por outro lado, não posso deixar de perguntar ao último anónimo que aqui deixou comentário, o que é que uma obra como esta ter a ver com o 'singelo' muro que o tal munícipe teria construído na sua propriedade, sem licença.
Será que a população em geral iria beneficiar dele, desse tal muro?
Será bom que, apesar de tudo, não percamos a noção das grandezas e, já agora, das responsabilidades.

Anónimo disse...

Caro anacronico aqui o problema nao e o interesse ou a relevancia da obra mas sim o tratamento desigual que é dado a uma EDP (grande capital) e ao comum dos mortais, é que eu até podia concordar que se aprovasse a obra em tempo record se houvesse uma justificação agora o que eu nao posso aceitar é que a obra tenha decorrido sem licença nas barbas da camara e que se multe um simples cidadão por ter feito um muro ilegal.

Anónimo disse...

Incompetencia, incapacidade, descriminação...ou seja, na Marinha Grande,cumpriu-se Abril !!!

anarcabe disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Admirado disse...

Esta coisa está a andar muito de vagar!...

Anónimo disse...

Não acham engraçado que o Berlusconi nunca tenha tocado neste assunto no editorial do seu Pasquim ?