.
.

quinta-feira, 29 de março de 2007

Que Maravilha - II


O FLC continua a apresentar "As (outras) 7 Maravilhas da Marinha em Grande" e hoje é a vez da estação dos CTT (Correios Todo o Terreno) - e há lá de tudo como na farmácia!
Situada mesmo ao lado da primeira maravilha (as magníficas instalações da RN), esta explendorosa estação apresenta-se igualmente bem localizada, com bons acessos, estacionamento a perder de vista e um passeio privado para estacionamento de acesso à salinha dos apartados. Que maravilha! Inclui ainda um expedidor de "tiquês" topo de gama, dois magníficos bancos vermelhos de metal para acomodar os clientes em espera, um portão mesmo à medida do camião que leva e traz a correspondência (mas que para lá entrar faz suar as estopinhas ao motorista e irrita os restantes condutores que tentam circular naquela rua), e um magnífico lote de simpáticas funcionárias que se desfazem em mesuras para nos atenderem. É um gosto lá ir, há quem chegue a passar por lá o dia inteiro em ameno convívio enquanto (des)espera, calma e ordeiramente, a sua vez de comprar um simples selinho. Nos dia de "levantar a reforma" a estação acolhe com simpatia os idosos que ali se deslocam e proporciona-lhes boas condições de conforto, comodidade e acessibilidade. À hora de almoço é que a porca torce o rabo, até enerva, os funcionários são tantos que quase se atropelam atrás do balcão, despechando sem demora os clientes havendo quem se queixe de nem ter tempo para o convívio. Que maravilha!
Uma nota final para a nossa cambra que, sempre atenta e preocupada em resolver os problemas dos munícipes em geral e dos trabalhadores em particular, publicita no seu sítio a seguinte nota de imprensa:

2006-12-12
Assessoria de Imprensa da CMMG
Câmara dirige protesto aos CTT

A Câmara Municipal da Marinha Grande prepara um ofício de protesto, para ser dirigido aos CTT, contra a desclassificação das estações de Correios. A acção vem na sequência de um alerta remetido à Autarquia pela Secção Regional de Leiria do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT) e de outras fontes credíveis, que apontam para essa medida.
No documento, o SNTCT expõe as suas preocupações, com a intenção da alteração da figura jurídica dos CTT no concelho da Marinha Grande. “Em algumas localidades onde existem Estações de Correios abertas há muitas décadas, tendo sido sempre uma mais-valia para o desenvolvimento sócio-económico das mesmas, vêem agora as suas mais-valias institucionais desaparecer”.
O Sindicato refere que é intenção daquela empresa, “ceder a exploração da actual Estação de Correios a um actual trabalhador dos CTT em regime de avença, a outro(s) empresário(s) em nome individual, à Junta de Freguesia ou mesmo a um particular, assegurando a abertura da Estação dos Correios desclassificando-a para Postos de Correios”.
É lembrado que os CTT deixam assim de gerir e controlar o negócio, “pois a antiga Estação de Correios deixará de fazer parte do Contrato da Concessão do Serviço Postal Universal”.
A desclassificação da Estação dos Correios preocupa o Sindicato, “que irá trazer prejuízo evidente na deterioração da qualidade na eficiência e na forma como o serviço vinha sendo prestado, colocando em causa a confidencialidade e sigilo do Serviço Postal”.
Outro motivo de preocupação manifestado à Autarquia é a transferência de local de trabalho de funcionários do atendimento.
.
.
Assim estamos mais descansados. Que maravilha!

Sem comentários: