.
.

sábado, 17 de março de 2007

Allbergaria - Experiências que matam

- Ó João, viste aquela ideia do Allgarve?
- É pá, sabes que eu não leio blogues nem pasquins, isso é coisa do demónio!
- Não pá, Allgarve é a nova marca do Algarve, para chamar os camones. Turismo pá, o futuro. Olha, sabes do que é que eu m'alembrei, sabes?
- Ó Artur, vai com calma que a verba é curta...
- Não te preocupes. Olha, basta mudar os nomes e oferecer turismo de qualidade. Por exemplo, Albergaria passa a Allbergaria e os camones podem visitar por mais dez anos as modernas instalações da FudorLis, incluindo a nova central de Com Bostagem.
- Bem visto Arthur...
- Mas há mais John. Pinkassinos fica perto.
- Mas em Picassinos não há nenhuma atracção!?
- É pá também não posso pensar em tudo. Olha, outra boa é Sir Peter de Moel e damos-lhes com o Olho, the Eye , tudo arranjadinho. Ou então Vyeira, temos é de falar com os porqueiros dos Milagres para porem fraldas nos suínos.
- Ó Arthur, tu és uma cabeça!

3 comentários:

Pirolito disse...

Pois eu diria mais. O Arthur é muito, muitíssimo mais que uma cabeça -ele é um verdadeiro crânio!
Só de crânios podem sair ideias brilhantes como aquela do Allgarve!
Promoção? Aquilo? Perdoem lá mas eu tenho uma tabela diferente para classificar este tipo de coisas: Isto é piroseira e cretinice da mais pura!
Apetecia-me dizer (mas não digo...), crânios destes podem meter estas ideias no Eye de Sir Peter de Moel... ou noutro qualquer, principalmente nos seus (deles, entenda-se).

Anónimo disse...

Daquela alva cabecinha só podiam sair destas ideias brilhantes...
Ó Zézé...pensas-te só tu com boas ideias...Olha que o velho Autocolante tá aí prás curvas... eu até tenho medo de tanta inteligência...

Anacrónico disse...

Por favor prendam o autor, o patrocinador e o avalista desta mentecapta campanha de promoção ao Algarve...
Baste de mediocridades!

E se semelhantes dislates houver cá pelo burgo vidreiro, prendam-nos também - aos autores, aos mentores e a quaisquer outros estupores que nela intervenham!

TODOS p´rá choça, logo, LOGO!