.
.

terça-feira, 20 de março de 2007

Nós por cá...



Do nosso leitor devidamente identificado Sr. José Boavida Narciso (BI 75875821), morador na zona da Escola EB Nery Capucho, chega-nos esta pérola da toponímia marinhense: a antiga Rua 5 (Embra) deu lugar ao Beco das Cidades Germinadas (perpendicular à Rua Vila Real de Santo António).
Depois das "casas germinadas" a Marinha em Grande volta a ser pioneira e dá honras de nome de beco às "Cidades Germinadas". Enfim, parece que a Carta da Educação deveria ter ído muito mais longe...
Vá lá senhor autarca responsável pelo pelouro, a malta sabe que não lê blogues rascas mas, não custa nada corrigir o erro, aproveite uma noite de nevoeiro e substitua a placa. Vá lá...

3 comentários:

pirolito disse...

Que ganda bronca!
Eu cá também quero alguma coisa germinada (à parte a imensa gana que tenho em que toda esta malta regresse às casernas [não ficaria melhor dizer 'às cavernas'?]), por exemplo, gostaria de ver a minha ‘massa’ germinada ao fim do mês…
Mais um desgosto para o entusiasta da toponímia o Gabriel Roldana. E o homem já sabe disto?
Eis um excelente exemplo para mandar para o 'CUIDADO COM A LÍNGUA'!!

avatar disse...

há cada uma, que só visto...
Fui... ehehehe, por acaso estou a pensar em avatar uma casa germinada... eheheh

Anacrónico disse...

Aqui, tanto é culpado quem fez como quem deixou passar tamanha alarvidade.

Há 'ignorâncias' que deveriam dar direito a prisão maior!...