.
.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Revista de Imprensa




(surripiado aqui)

33 comentários:

Anónimo disse...

Se o Presidente responde,então que diga porque razão é que aprovou ontem na reunião de Camara uma proposta de constituição do Conselho da Administração TUMG,com os votos do vereador do PSD em que nomeia dois boys do PS,um da Vieira,que até agora era funcionário do banco Milénio,e que pelos vistos foi despedido por incompetencia (Rui Pedrosa),com um vencimento de mais de 2000 euros.E um outro dono do jornal da Marinha (Cruz),talvez para lhe pagarem os favores que fez ao PS antes e durante a campanha eleitoral.Tachos para a rapaziada,uma vergonha quando até agora a TUMG,foi Presidida por um vereador sem que isso tivesse masis encargos para a Camara.E o vereador do PSD a fazer o frete ao PS,o mais do mesmo.Vamos ver se o Jornal da Marinha noticia alguma coisa,ou se se fecha em copas.Isto é que é rigor na gestão ?transparência e mais ainda a procissão vai no adro...

Anónimo disse...

O Anónimo anterior não conhece nada do que fala. Conhece os estatutos da TUMG? Conhece a proposta em concreto? Conhece a situação anterior? Pois, não conhece! Mas é pena...

Sugiro que espere pela publicação da acta da reunião e então depois pode falar...

Anónimo disse...

O que é que isso altera a situação.Nada.É ou não verdade que a proposta aprovada nomeia um tal individuo da Vieira com um salário à volta dos 2 mil Euros ? E não só...Vamos com serenidade esperar pela acta para ficarmos ainda mais surpreendidos com os tachos para a rapaziada do PS.

Anónimo disse...

Uma vergonha !...mas alguem estava à espera de outra coisa desta cambada socialista?..ja se percebe pq o Sr Dr Cruz não voltou para a assembleia..não ha almoços grátis, pois não...?

Apartidário disse...

Caro Anónimo das 15:53

Percebo que é alguém que está dentro da situação da TUMG.

Seria de bom tom esclarecer o pessoal do Largo acerca do assunto e respondesse às questões que diz serem desconhecidas do promeiro comentador.

Já que se trata de uma empresa que deve ter um nível de gestão diferente dos organizamos públicos acrescentava mais algumas:

-Quais a receitas e as despesas previstas para o TUMG para os próximos 3 anos?
-Qual a contribuição da CMMG a titulo de despesa social?
-Quais os resultados previstos
-Qual o perfil de competencias definido para o lugar de administrador dos TUMG?
-Quantos foram os candidatos ao cargo de administrador?
-Quem dirigiu e como foi o processo de selecção?
-Além de administradores, como a empresa é tão pequena, quais as funções operacionais a desempenhar pelos novos administradores?

Com a resposta cabal a algumas destas questões estou seguro que teríamos uma discussão mais rica e esclarecida.

Sinceramente espero o seu contributo ou de alguém ligado ao executivo.

Anónimo disse...

A proposta de deliberação sobre o Conselho de Administração da TUMG,aprovada em reunião de camara,dizia que o Sr.Presidente fazia a proposta fundamentada nas capacidades pessoais na área da qualificação e experiência profissionais dos nomeados.
Presidente do Conselho de Administração Dr.Rui Pedrosa remuneração 2.335.12,Vogais,Eng.João Pereira 2.284.38 Euros,Francisco Roldão 1.960.38 Euros.E ainda nomear como fiscal unico o Dr.João Cruz,não se existe remuneraçao.Para uma empresa que gere viaturas,transportes urbanos e eventualmente virá a gerir estacionamentos,um Conselho de Administração com este peso remuneratório é obra.E depois e muito bem,porque não existe concurso para estes lugares,com a obrigatoriedade dos candidatos terem experiencia na área.Aquilo que foi feito até agora e bem pelos vistos sem remuneração vai custar à empresa ume enormidade.A seriedade na coisa pública é decisiva para termos confiança nos nossos autarcas.Só porque se tem o ,cartão do PS,sem perfil,sem provas dadas e com um percuso profissional duvidoso,é se logo chamado a cargos importantes.De factos são tachos para a rapaziada,porque não se justifica,a empresa não tem volume de negócio para ter aqueles ordenados chorudos.A camara e a TUMG não pode ser uma agência de desempregados do PS.

Carlos Logrado disse...

Uma noticia com este impacto será, certamente, motivo suficiente para abanar o largo.
Não conhecendo os bastidores onde se desenvolveram as negociações entre os que aprovaram esta decisão, só a consigo perceber num de três possíveis cenários:
1- Prepara-se uma revolução na TUMG, com a receita a crescer de uma forma exponencial e um novo plano de actividades, de tal forma inovador e criativo, que justificará a existência de 3 Administradores em dedicação exclusiva e a tempo integral, como parece fazer crer o nível remuneratório aprovado.
2- Trata-se de uma medida pedagógica que visa enfatizar os aspectos negativos das empresas municipais, com o objectivo de extinguir a TUMG a curto prazo.
3- Trata-se do primeiro erro grave do PS/PSD e é a primeira brecha no, excelente, plano de comunicação posto em prática pelo PS após tomar posse.
Em qualquer dos casos e não impondo, o regulamento da TUMG, uma Administração remunerada, os Marinhenses merecem um esclarecimento detalhado, por quem aprovou a medida.

A Verdade Chateia disse...

Uma no cravo e outra na ferradura.

Parece mais uma medida precipitada e inconsequente que demonstra falta de rigor, falta de coerência e falta sensibilidade.

Já agora, estou curiosa por ler a opinião do "Cigano Rico" que, pela conversa num post anterior é uma pessoa muito esclarecida.

Anónimo disse...

Esperemo pois que agora Juiza (jurista= juiz?)possa fazer tanto pela nossa terra como o seu pai tem feito ao longo de quase 13 anos, e dai se explica o prodigioso desenvolvimento economico e social a que esta terra tem assistido desde então... e só não vê quem não quer ver ou o fanatismo é tal que cega .....

Anónimo disse...

Tanta ignorância que vai por aqui!
Tanta inveja e maledicência...
Uma e outra cegam estas mentes perturbadas.
Por isso nem sequer comento os comentários desta gente de tão baixo nível.

não me fecundem sff disse...

Estava a carroça a ir tão bem... Só assim de repente, mais de 7500€/mês, fora os outros, em ordenados para gerir meia dúzia de autocarros alugados e se calhar não são tantos. Está o caldo entornado.

Anónimo disse...

O Conselho de Administração não era remunerado enquanto tal. Muito bem.
Já agora quem é que nos pode informar quanto é que os Administradores da TUMG levavam para casa no final de cada mês?
Não seria, obviamente, um muito obrigado, que isso não enche barriga.

Anónimo disse...

Então e o pessoal do regime não tem nada a esclarecer?

Homem do Regime disse...

Esclarecer o quê? Que a TUMG tem uma administração cuja única alteração é o seu Presidente que deixou naturalmente de ser um Sr. Artur Oliveira e passou a ser o Dr. Rui Pedrosa. De resto, ficou tudo rigorosamente igual (vencimentos incluídos). Estranhamente este assunto (TUMG) nunca tinha sido até agora tema de preocupação dos ilustrissimos bitaiteiros, que pelos vistos agora nem dormem de tamanha preocupação com a empresa e a sua nova estratégia de gestão, porque anteriormente devem ter concluído como pacífico existir um Presidente do Conselho que em público pugnava pela extinção da empresa que administrava e em privado votava nas reuniões do Conselho pela sua continuação (!) ... e passaram assim alegremente 3 anos e meio, até que, por motivos eleitorais e depois de diversas demarges (despedimentos inclusivé) resolve o executivo anterior de uma forma precipitada fazer renascer um projecto que vinha do executivo anterior (Vereador Constâncio) e pôr os autocarros a andar. Ninguém neste largo comentou a bondade ou maldade dessa opção. Enfim ... A posição do actual executivo acerca da TUMG é do conhecimento público (ver programa eleitoral do PS e entrevistas do Presidente da Câmara). Foi presente em reunião de Câmara a proposta de composição do novo Conselho de Administração (ver acta da reunião de câmara), foi votada por maioria clara essa proposta. E este Largo inquieta-se e ofende gratuita e anonimamente algumas pessoas chamadas a este projecto. Quanto ao ROC proposto (Dr. João Cruz), relembro que até agora tem sido Revisor Oficial de Contas da CMMG, tendo deixado de ser! Foi substituído na CMMG pelo Dr. Luís Pinto (anterior ROC da EM TUMG). Tal alteração deve-se a política de transparência imposta pelo actual executivo (o Dr. João Cruz é casado com a Chefe de Divisaõ Financeira da Câmara, facto aliás sublinhado em diversas Assembleias Municipais). Corrigida esta situação, a unica diferença a destacar é o nome da pessoa que Preside ao novo CA da TUMG. Pergunta-se então, qual é o real motivo de tanto comentário? É o Dr. Rui Pedrosa ? É a sua formação académica (ou falta dela) que está em causa? É a sua inteligência (ou falta dela)que revoltam tanta gente? É a sua experiência profissional (ou falta dela) que estão em dúvida? Posto isto, importa pois que sejam mais explicitos nas vossas dúvidas e inquietações, pois caso contrário e parafraseando, um comentador anterior os bitaites não passam de um exercício de baixo nível e vulgar e frequente inveja.

Anónimo disse...

Este é mesmo "Homem do Regime" ..... aprendiz de Sócrates, o Ditador (digo eu) .... esperemos que, a ter Curso, não o tenha obtido por Fax, ao Domingo ....

Adiante.

Mais uma vez o PS usa a mentira para confundir as pessoas. Infelizmente, tal comportamento tem tido resultados positivos.

A verdade é que estas nomeações vão fazer aumentar brutalmente
os encargos com o pessoal.

Assim (e porque estou farto de dar "pérolas a porcos") apenas pergunto ao bitateiro anterior, já que conhece tão bem o nóvel Presidente da TUMG, quais as suas capacidades/competências para o cargo ? Qual a experiência de gestão que tem ? O que que sabe de gestão de frotas/de treansportes ? Qual a sua experiência profissional ? Quais as suas habilitações académicas (que eu saiba, é formado em Direito, o curso que os da sua idade "encarreiravam" por não perceberem "puto" de números) ?

Fico, também, a aguardar de forma ansiosa os relatórios do novo Fiscal Único, em relação ao grande aumento da Despesa (vai ser só rir)

Apartidário disse...

Só gostava de fazer mais umas perguntas além das outras que ficaram sem resposta em comentário anterior.

Talvez o "Homem do regime" possa responder,

Quanto foramsas despesas com a admninistração do TUMG em 2009? e a previsão para 2010?

E Já agora mais uma.
O que é que o novo executivo pensa fazer de melhor para tornar os TUMG mais eficazes?

Aprendiz de Sócrates disse...

A "Ventania", agora anónima, azeda e mal disfarçada, tão característica de certo tipo de pessoas, certos Silvas e certos "Homens" que por ai pululam na senda da cobardia e da má-lingua. Há "coisas", realmente, que nunca mudam.

Só peço para de ser esclarecido disse...

Tanta pergunta sem resposta?
Se a resposta é esta dada pelo "Aprendiz de Sócrates" então já está ao nível do mestre.

Quando as preguntas são incomodas diz-se que são azedos.

Parece que só mudaram as moscas ...

Cigano Rico disse...

Pois é, é preciso ter cuidado, no que toca à curiosidade, o meu avô tinha muito trabalho com os curiosos e curiosas, o neto segui-lhe a profissão, sobre este tema , só posso assinar por baixo do comentário de dia 23, pelas 15.54. Existem certas e determinadas "coisas" que não se aprende na escola, nem se compra no hipermercado do Miro.

A Verdade Chateia disse...

Como se vê o Regime tem apoiantes de excelente nível.

E parece que não é só Cigano de nickname é também de atitude.

Mas percebe-se, como também é Rico deu-lhe jeito a baixa do IRS (assim já pode declarar rendimentos) e, apesar de não precisar, é excelente que lhe paguem os livros dos filhos.

Penso que também deve ter uma loja de artigos para crianças para beneficiar do apoio à natalidade!?

Já agora será que também vai buscar agua às bocas de incendio (apesar de se não pagar lha vão cortar) e rouba impunemente a electricidade directamente dos postes?

E sabe muito! Se calhar foi ele o mentor destas novas ideias.

Anónimo disse...

Estou muito contente com estas notícias. O Rui Pedrosa, que eu conheço há bué de anos é um Boy. Já posso dizer a toda a gente que finalmente tenho um Boy no meu rol de conhecimentos pessoais. Até eu me sinto mais importante. Força RA vai-te a eles e mostra a esta cambada de invejosos até paga para dizer mal de ti. Daqui a 4 anos, logo se vê o que dirão da TUMG e do seu Presidente. Oxalá te corra tudo bem, tu mereces. Sempre foste trabalhador, inteligente, honesto e competente. O único defeito que se te conhece, para além de seres um fumador inveterado é seres do PS. Isso é que não tem perdão.

Carlos Logrado disse...

Insisto!
Este é um tema excelente para o “largo”, porque, por entre picardias, ofensas caseiras, e contra-informação, é o fórum onde podemos reflectir, também, sobre coisas sérias e importantes para o município. Para além disso, espero que os detentores de cargos autárquicos, sejam frequentadores e possam enriquecer o diálogo.
Não! Não fica tudo como antes, há efectivo agravamento de custo com a remuneração da Administração (o anterior Presidente da Administração era simultaneamente Vereador). Face à insustentabilidade do modelo da TUMG e à reduzida dimensão da sua actividade, não se justifica, nem se compreende, o nível remuneratório aprovado.
O que está em causa, não são as pessoas ou o perfil das mesmas. Sabemos que se tratam de lugares de nomeação politica. O que preocupa é pensar que esta medida, pode fazer carreira.
Dai pensar que os Munícipes merecem um esclarecimento detalhado, por quem aprovou a medida, e que, este, deve servir para iniciar a reflexão sobre o falido modelo da TUMG, de forma a torna-la sustentável.

Carlos Logrado disse...

O respeito pelos Munícipes exige que os autarcas não se esqueçam dos eleitores, imediatamente após as eleições. Isto a propósito do direito à informação, que nos assiste, bem como aos esclarecimentos a que temos direito.
O argumento que as actuais decisões, ou políticas, são a continuidade e suportam-se nas práticas passadas, ou são a manifestação de falta de projecto e incapacidade de melhorar, ou fazem parte de um plano propagandístico com o objectivo de confundir os Munícipes e manter tudo como dantes. Nenhuma das hipóteses serve os interesses do Concelho.
O que os Munícipes esperam, dos eleitos, são políticas e decisões que rompam com o “modus operandi” do passado (que vai muito além do ultimo mandato), baseadas na TRANSPARÊNCIA, no DIÁLOGO e no RIGOR, dotando o Concelho de exemplos de excelência de gestão e administração autárquica.
TRANSPARÊNCIA - É fundamental que os documentos, não reservados, da autarquia estejam disponíveis, de uma forma sistemática, nos sítios do Município para consulta em tempo real. São disso exemplo: Apresentação de contas; orçamentos; orçamentos e contas das empresas municipais; actas das reuniões camarárias; actas das reuniões da Assembleia; actas das reuniões das empresas municipais; etc.
É também fundamental abrir as reuniões camarárias à participação de todos os Munícipes, excluindo, obviamente, aquelas onde esteja agendado o tratamento de assuntos referentes à segurança nacional.
DIALOGO - É fundamental criar um sistema interactivo de comunicação entre os eleitos decisores e os Munícipes, não só para dar voz aos Munícipes, mas sobretudo contribuir para o desenvolvimento de uma verdadeira democracia participativa, em que a participação dos eleitores não se esgote ao mero exercício do direito de votar.
Com os meios tecnológicos ao nosso dispor é, hoje, muito fácil associar ao sítio da Câmara Municipal, uma plataforma informática que cumpra esta função. Nela, os Munícipes, devidamente identificados, poderiam questionar, comentar, sugerir, bem como obter as devidas respostas por parte dos autarcas, com a vantagem, obvia, da comunicação nos 2 sentidos ser do conhecimento de todos. Esta ferramenta contribuiria para optimizar o funcionamento da Assembleia Municipal, tornando-a mais atractiva aos Munícipes, e contribuiria, decididamente, para minimizar os efeitos negativos dos projectos autárquicos fracturantes, como são os, presentes, casos do mercado municipal, piscina municipal, Marinhense/Leclerc, e serão no futuro, próximo, os casos TUMG e QREN. Este último, um verdadeiro elefante branco para o município, onde, para um esforço colossal da autarquia, o retorno, SUSTENTÁVEL, será mínimo, por não assentar num projecto estratégico global, não acautelar as prioridades e não estar dimensionado às verdadeiras necessidades do município.
RIGOR - É fundamental que a acção camarária assente num projecto estratégico global do Município, em que o interesse colectivo sobreponha os interesses partidários, pessoais ou de grupos, e que tenha por objectivo o lançamento de iniciativas sustentáveis, optimizando custos e maximizando receitas, sem menosprezar o serviço ou apoio social a prestar aos Munícipes menos favorecidos.
Obviamente, a constituição das equipas dirigentes para as diferentes iniciativas, é da inteira responsabilidade de quem lidera o executivo e consegue o apoio maioritário dos outros pares. Nas nomeações politicas, para a maioria dos casos, a legislação não impõe perfis curriculares ou outros, aos escolhidos. Percebe-se, por isso, que os escolhidos sejam, quase sempre, da rede relacional de quem escolhe e nem sempre presida à sua escolha o critério da competência, (para o bem ou para o mal são as regras da nossa democracia). No entanto é de elementar bom senso, que a escolha, garantindo a adequabilidade ao cargo, minimize os custos ao município, recaindo, preferencialmente, nos vereadores e funcionários, e que as remunerações estejam em relação directa com a dimensão do trabalho a desempenhar e/ou proveitos gerados.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Depois de um bitaite inteligente vem o inevital vómito.

Anónimo das 20:04 disse...

Só tenho pena que seja verdade.

Nesta terra quem manda não são os inteligentes. São os Xicos espertos.

Os inteligentes não precisam nem querem ser enxovalhados.

Mas mais, gostavam de ser esclarecidos e até agora ninguém ligado ao PS se dignou dar uma satisfação sobre os critérios que presidiram à nomeação nem aos custos envolvidos no TUMG.

Estou de acordo com o que disse mas este Carlos Logrado que se prepare.
Não têm a PIDE mas dispõe de outras armas.

marinhense disse...

Infelizmente nada disto é novidade e só os mais distraidos não poderiam esperar que acontecessem estas situações.

Claro que não é por competencia que as pessoas são escolhidas, mas sim pela partidarice, caos contrário teriamos muitas dificuldade de entender esta decisão.

E esperem porque o tentaculo socialista marinhense ainda está longe de acabar. Há muitos boys para colocar, por isso há que encontrar lugares. Agora foi a TUMG, virá o Operário, a ACIMG, e aí por diante.

Que raio de terra esta !!!!

Empresário Marinhense disse...

Será que um empresário como o Presidente alinha nestas confusões?

Será que um empresário como o Telmo Ferraz alinha nestas coisas?

Ou será mesmo verdade que é a Teresa Coelho que comanda os destinos desta terra?

É UMA VERGONHA!

Afinal nada mudou ... para melhor!

não me fecundem sff disse...

Então? Mas estão admirados com o quê? Estavam à espera de coisas diferentes? Mais escondidas? Menos transparentes?
Não senhor! O que é, é! Dói, eu sei que dói! Mas o povo escolheu, porra.
Ainda só passaram 4 meses...

chaburreco disse...

Vingar-se de uma ofensa é pôr-se ao nivel dos inimigos. Não lhes prestar atençãoé ser superior a eles.

Uma lingua afiada é o único instrumento que se afia cada vez mais com o uso.


Força R.A. vai-te a eles.

Anónimo disse...

Já agora, digam ..... vai-te a eles ... de bolso cheio (com o NOSSO dinheiro) ...... Que vergonha !! Já se começa a perceber o fantoche que é o Dr. Aspirina Pereira. Só pergunto é como é que o Vereador do PSD alinha nestas coisas ..... temos outro Autocolante ??

Cigano Rico disse...

Pelos lidos existem, parece que existem verdades, mais verdades do que outras.
A querida verdade chateia, chateia pouco e pretende ofender muito, na falta de argumentos e princípios, utiliza a arma dos cobardes, a suposição gratuita e anónima, com o único pretexto de julgar/enxovalhar e condenar os outros, (isto cá para mim, cheira-me a Alentejo pós 1974/75)!
Primeiro, está muito longe dos seus intentos, basta ler o bitaite das 15.54 de dia 23, que já subscrevi e volto a subscrever, para ficar com as suas dúvidas, insinuações e perguntas esclarecidas.
Segundo, a jeitosa prefere fazer afirmações, suposições, insinuações e adjectivar as suas conclusões maldosas, atitude que mostra a mediocridade, como escreve e a falta de rigor no pensamento próprio, fruto de maus centros de trabalho ou de maus professores.
Terceiro, quando uma pudica se presta a estas coisas, tendo em conta a rapidez com respondeu ao meu comentário, é sinal que não passa de uma pudica desocupada, quiçá morta ou ruída de inveja, por ter sido preterida em prol de outras menos desocupadas ou menos pudicas, ou logicamente mais favorecidas: intelectualmente, profissionalmente, moralmente e com muito mais verdade e rigor nas atitudes.
Quarto, prezada, estimada e sensível inverdade, não sou só simplesmente Cigano Rico, também sou honesto, frontal e pago a tempo e horas com dinheiro à vista!
Quinto, sou Cigano de nickname e de atitude, só que estou na qualidade de bitaneiro e como sempre, gosto de respeitar as regras do bom senso, além do respeito ao blog, seus administradores, bitaneiros e leitores.
Sexto, como Cigano Rico de excelente nível, (ao contrário de si) como a formosa me descreveu, não posso mandá-la para um sítio, que se percebe perfeitamente onde é.
Sétimo, O Largo das Calhandreiras, não deve ser frequentado por pessoas que, sofram dos nervos, tenham desvio de coluna, amuem com facilidade. Pode causar urticária, crises de ansiedade, alergias diversas, hematomas na cabeça e tentativas de suicídio. Se sentir algum destes sintomas, desligue o computador e procure ajuda.
Oitavo, sei o que sei, e se acabo por saber muito, devo isso a mim próprio, que desde pequeno, ando de feira em feira a vender gado.
Deste seu Cigano Rico, que prosseguiu a provisão do Avô.
Respeitosos e humildes abraços.

PS – cuidado com a carteira!

Anónimo disse...

neste post não apagaram.... distraídos!