.
.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Bitaite marginal


Anónimo disse...
Emporcalhar mais não é possivvel. Durante os últimos anos fizeram com este blogue intriga da baixa e devassaram a vida privada de muita gente. Mentiram, inventaram e caluniaram. Usaram pessoas, fizeram e desfizeram aliados. Valeu tudo com um único objectivo ajudarem a recuperar os previlégios de alguns poucos que tem da politica uma concepção de que ela não é para servir as pessoas mas para a obtenção de vaidades e beneficios próprios. O que os safa é que a generalidade da população não tem acesso a estes meios. Vou esperar tranquilamente para ver o comportamento dos responsáveis deste blogue nestes próximos 4 anos.

14 Outubro, 2009 10:14





Nota da Comissão de Moradores:

não é nosso hábito responder a bitaites, sejam eles de que natureza forem. Contudo, tendo em conta o período pós eleitoral que estamos a viver e que se está a revelar bastante esclarecedor quanto à forma como algumas mentes brilhantes encaram a democracia e a existência de espaços desta natureza, face ao nervosismo demonstrado por quem tem dificuldade em entender o essencial e pelos ataques virulentos que estrategicamente estão a inundar as caixas de bitaites, parece-nos oportuno, uma vez mais, esclarecer o seguinte:
- o Largo das Calhandreiras é um espaço público de entretenimento, sujeito às regras e condições impostas pelos seus autores, e que traduz aquilo que é a sua forma de olhar a Marinha Grande o país e o mundo, o que aliás não é novidade para ninguém;
- o Largo das Calhandreiras é um blogue livre mas não é independente, depende da capacidade criativa dos seus autores, a qual resulta da livre expressão das suas personalidades e convicções, moldadas pelos seus percursos de vida e influências, o que aliás não é novidade para ninguém;
- mal seria que o Largo das Calhandreiras não fosse o produto da vontade dos seus autores e se deixasse condicionar por supostas análises morais, baseadas em insinuações genéricas de mau gosto e de má educação, ou por inconsequentes estratégias politiqueiras instigadas por quem tanto reclamou pela pureza da acção política, mas que agora se prova não saber respeitar com humildade democrática que o pensamento individual seja diverso e plural, o que aliás não é novidade para ninguém;

Por fim, não podemos deixar de registar o poder nos é atribuído na mudança decidida pelo eleitorado, o que só vem provar que quem não foi escolhido perdeu essa oportunidade no dia em este blogue foi posto à venda pelos seus autores, e não tratou de o comprar.
Queremos por último deixar claro que o facto da generalidade da população não ter acesso a estes meios não constitui para nós uma “safa” mas antes um grande e absoluto constrangimento. É que se a democraticidade destes meios já fosse uma realidade insufismável, as nossas opiniões seriam amplificadas a uma escala tal que quem revela ter passado por tantas "atribulações" na instrução primária, traduzidas nas mais que evidentes dificuldades de escrita, não teria certamente qualquer “SAFA”!

Parafraseando o Presidente Cavaco Silva, resta-nos deixar a pergunta no ar: “mas afinal, onde é que está o crime?”


A Comissão de Moradores do Largo das Calhandreiras

7 comentários:

Anónimo disse...

Parece que acusaram o toque?Não havia necessidade ! O povo é sereno.

Anónimo disse...

Qual toque?

Anónimo disse...

Agora que ganhamos a Câmara deixá-los falar..."O caes ladram e a caravana passa".porquê dar-lhes importância ?

Anónimo disse...

Qual toque voltaram foi a afirmar como alias sempre o fizeram que quem manda aqui sao eles, e tem esse direito.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Ouvi dizer que o PSD não vai aceitar pelouros? Será verdade? Expliquem-me

Anónimo disse...

É com pena minha que nem toda a gente tenha acesso a este tipo de blogue.
Independentemente de pender mais à esquerda ou mais à direita - dependendo de que lado vem o vento, é de saudar o importante contributo que tem vindo a dar a todos os calhandreiros que por terem um computador com acesso à néte podem democraticamente deixar os seus bitaites. É também importante saudar o facto de permitir que calhandreiros como eu possam deixar o seu comentário anonimamente - sem que alguém me venha acusar de apoiar este ou aquele partido, pessoa ou opiniao.

Bem haja ao LC pela informacao, esclarecimento e todo os sentidos opinativos que nos proporciona diariamente

Ano Nimo