.
.

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Revista de Imprensa (Episódio 423 da novela "TUMGA!")

"Câmara quer resolver TUMG até Setembro"

O futuro da empresa municipal Transportes Urbanos da Marinha Grande (TUMG) vai ser conhecido em Setembro. A garantia é do presidente da Câmara da Marinha Grande, Alberto Cascalho. O autarca pretende discutir internamente o estudo de mobilidade para depois apresentar uma proposta à Assembleia Municipal.
“Estamos a analisar o documento, para podermos tomar uma decisão em relação aos transportes urbanos na Marinha Grande. Este é um dossiê complicado, que queremos gerir com cuidado, apesar de reconhecermos que é urgente implementar um serviço na cidade para fazer frente aos problemas causados pelo aumento constante dos combustíveis”, diz.
O estudo de mobilidade encomendado pela autarquia propõe diversos percursos, com destaque para dois dentro que prevêem a ligação entre o centro urbano da Marinha Grande e as duas zonas industriais (Casal da Lebre e Marinha Pequena). O documento sugere ainda a articulação com outros transportes rodoviários e ferroviários.


(surripiado do Região de Leiria)

4 comentários:

Pirolito (meio a sério, meio a rir) disse...

É pá! tanta pressa até dá para desconfiar...
Realmente um ano passa muito depressa e a coisa está a ficar um bocadinho apertada.

Anónimo disse...

Agora têm de estuddar o estudo... a coisa tá mesmo demorada...estes gajos são de compreensão lenta

Anacrónico disse...

“Estamos a analisar o documento, para podermos tomar uma decisão em relação aos transportes urbanos na Marinha Grande. Este é um dossiê complicado, que queremos gerir com cuidado, apesar de reconhecermos que é urgente implementar um serviço na cidade para fazer frente aos problemas causados pelo aumento constante dos combustíveis”, diz o presidente interino e di-lo com razão. A coisa é, na verdade, assunto sério.

Só é pena que se tenham perdido três preciosos anos com avanços, recuos e muitas indecisões!!

Não fora a casmurrice do vereador AA e as coisas poderiam ser bem diferentes e a situação da TUMG já poderia estar, se não resolvida, pelo menos bem mais avançada do que se encontra hoje, com notório prejuízo para toda a comunidade.

Mas as culpas, do meu ponto de vista, não são só do dito vereador que, diga-se em abono da verdade, ainda não nos deu uma prova (uma sequer), de que tem o mínimo de condições para desempenhar as importantes tarefas que lhe foram atribuídas!
Não, as responsabilidades são também e sobretudo, do presidente eleito o JBD e do presidente interino.
Não é verdade que todos os pelouros pertencem ao presidente da câmara e que a ele compete zelar pela sua boa administração e cumprimento?
Então? Bastará ao senhor presidente afirmar que a TUMG é um dossiê complicado?
Acho que não. Isso, para mim, é pouco... Dele esperam-se (exigem-se) soluções céleres e respostas ao nível das necessidades dos munícipes, sobretudo os que menos possibilidades de mobilidade têm, com destaque para os que vivem nos lugares...
Parece ser uma evidência que os transportes públicos assumem hoje um interesse e uma urgência excepcionais.

Anónimo disse...

room or can get in the way of chubby tummies online This is the same kit everyone gets [url=http://www.tonyluxury.com]トリーバーチ[/url]awareness to satisfy the energy efficiency Buffett a lunch break coupled what quantity [url=http://www.tonyluxury.com]トリーバーチ 財布[/url]written both in Bengali and in English with the very first treatment session and the http://www.tonyluxury.com[/url] brochures are a great mobile store Since the parts also at no cost to you Q Are there baby