.
.

sábado, 14 de abril de 2007

Dois em Um - Frase da Semana e Adivinha da Semana

"Eles (comerciantes) têm aqui um aliado"

(Artur Oliveira ao Diário de Leiria)

Pois, pois...
Ainda segundo a notícia do Diário de Leiria sobre o transtorno que as obras no centro da Marinha estão a causar aos comerciantes e a alegada falta de estacionamentos, ficamos a saber que:
"Quanto ao estacionamento, Artur Oliveira garante que após a conclusão das obras serão criados lugares, com paquímetros, sendo que a primeira meia hora será gratuita. Revelou ainda que o actual estaleiro das obras será transformado num parque de estacionamento com capacidade para 300/400 lugares, e que estão já a ser estudados outros locais, como por exemplo a antiga fábrica de vidro J. Ferreira Custódio."
É caso para dizer: Em terra de moldes quem tem paquímetro é rei! (parece que os paquímetros são para medir a espessura da primeira meia hora)
.
Adivinha da semana:
.
como é que se introduz uma moeda num paquímetro?
.
(fotografias do beredor das obras, devidamente autografadas, para as dez primeiras respostas correctas)

10 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
vinagrete disse...

Bom.
Tirando a ideia peregrina de fazer um parque de estacionamento na área dos actuais estaleiros, mandando às urtigas o Plano que sustentava todo o enquadramento do Polis, trazendo habitantes para a Zona Centro da Cidade, a verdade é que, aos poucos, de forma sofrida é certo, engolindo sapo sobre sapo, o sr. Artur e o seu lider espiritual JBD, lá vão tentando pôr de novo na ordem do dia, aquilo qe ele chamava de "borrada" do anteror executivo.
Quando tanto se fala de falta de estacionamento, aquilo que vemos e que a ACIMG também já tinha visto, é que os mais de 800 lugares existentes na Cerca, Rua Infante D. Henrique, Rua do Campo da Portela e Parque da Mobil, estão permanentemente ocupados, das 8H00 às 19H00, por viaturas dos próprios comerciantes, dos funcionários públicos e dos bancários. Como é de borla, os clientes deles próprios que se fo...m e vão estacionar para o cemitério, porque andar(para os outros) faz bem à saúde.
Se estes senhores, Presidente e Adjunto, ainda tiverem neurónios activos, fico com alguma esperança que a TUMG ainda venha a desempenhar o papel para que foi criada, bastando agora copiar aqueles municípios que já nos passaram à frente e estão aqui tão próximos, como Leiria e Nazarè, que até são geridos por autarcas PSD, não incomodando o sensível olfacto com cheiro a rosas.
Depois, como forma de disciplinar o estacionamento abusivo, deixando espaço para os clientes e visitantes do Centro, ao mesmo tempo que pode ser fonte de receita da Tumg, introduzam lá o estacionamento pago. Se não sabem como é, perguntem ao Barroso da Nazaré, ao Sapinho de Alcobaça e à Damasceno de Leiria. Como são correlegionários do Artur, não lhe cobrarão as aulas de bem gerir a coisa públca.
Já agora, para completar o repasto de "SAPOS AO SAL", dêm lá licença ao Leclerc, assumindo as esperanças que estão a dar, a conta gotas, ao Marinhense.

avatar disse...

Como se introduz uma moeda num parquímetro?
Muito simples, não se coloca, eheheh, e seja o que Deus quiser, ou melhor a PSP, queira.
Fui, comprar tabaco.

Pirolito disse...

Sobre a conversa dos nossos queridos porcos...

'...Evidente meu caro Watson...'

Anónimo disse...

Vinagrete, os estaleiros a que o vereador se refere não são os estaleiros da ^câmara, mas sim os estaleiros da obra, onde já se realizou a feira semanal, junto ao edifício do pingo doce

VINAGRETE disse...

Atão, se é nos terrenos da Câmara no chamado Centro Cìvico, cadê os Planos de Pormenor que estão na fase final de aprovação, que já foram iniciados pela CDU em 1985 e que não prevêm aí nenhum parque de estacionamento?
Saberá o sr. Artur quanto valem os lotes da Câmara?
Se sabe, ainda não pensou que o valor desses lotes é superior ao custo com o financiamento da construção do novo quartel dos Bombeiros e a construção de um parque de estacionamento subterrâneo na zona do actual e horrível quartel, com jardim por cima, bem no centro da cidade?
Não me espanta que o sr. Artur não pense em grande. Do que conheço, é pessoa de limitado rasgo, ambição escassa e baixo Q.I. O que me espanta é que o colectivo da Câmara, oposição incluida, não coloque propostas concretas na agenda e obrigue à tomada de posições que clarifiquem o posicionamento político da maioria, deixando mais nítido aos olhos dos marinhenses, a quem devem ser assacadas responsabilidades pelos desmendos e asneiras que andam a fazer, com destaque para "O FAZER NADA", NEM DEIXAR FAZER.

revoltado disse...

ÚLTIMA HORA!!!!ÚLTIMA HORA!!!!
Para resolver o problema de falta de estacionamento, os "Marretas" da Câmara acabam de dissolver a TUMG.
Isto significa que aquilo que era um projecto de algum fôlego, que no futuro poderia vir a consolidar uma rede de transportes urbanos que levasse as pessoas a deixar de utilizar tanto o carro, bem como tinha nas suas atribuições gerir o estacionamento na cidade, foi morto e enterrado.
Assim. Sem mais e sem vergonha.
Ao que nós chegámos!!!!
Vão....

Pirolito disse...

Vão... bugiar e apanhar ar que bem precisam!
E é assim, passinho a passinho, que este executivo vai executando tudo o que verdadeiramente tinha alguma perspectiva para ser a verdadeira estruturação da vida cá do burgo.
É caso para perguntar: quem foram os (i)responsáveis que deram o seu voto a esta gente?
No fundo, é a eles a quem se deve assacar responsabilidades...

cmjl disse...

Se o alguma vez tivesse algum voto na matéria, nas próximas eleições autarquicas partido nenhum com excepção do PCP deveria concorrer. Deveriam manter-se lá por mais outro mandato, e ainda iriamos ver eles a sairem e pedir ajuda por não saberem dar conta do recado.

cmjl disse...

Esta governação está a ser má de mais para ser verdade, senão vejamos:
Sr. Pr o vai fazer em relacção a isto?
Bem em relacção a isto não podemos fazer nada porque os outros assim, assado, frito e cozido.
Muito bem Sr. Pr. e em relação a isto?
Bom , em relação a isto os outros é que foram os culpados e ......
Sr. Pr. e quando é que os Sns. começam a trabalhar e deixarem de se desculpar com os outros?
Pelo menos dos outros ainda podemos dizer alguma coisa bem e mal mas fizeram. E os Snrs. fizeram O quê, além de só dizerem mal...
Já agora uma perguntinha.
O vosso fotógrafo dos últimos anos que todas as semanas publicava uma fotografia no dizem os srs, " pasquim da terra ", referente a alguma obra que era feita ou autorizada pelo executivo anterior, já se reformou, ou encontrou outra forma de ganhar a vida que não na fotografia. è pena tinha tanto jeitinho não era Sr Lino de Rãs.