.
.

terça-feira, 31 de julho de 2007

Karas Notícias - As Festas dos Famosos

.
.

Segundo especialistas na matéria, os grandiosos festejos do último fim de semana em S. Pedro de Moel foram um sucesso!
Um dos grandes entusiastas foi o nosso Relaxoterapeuta, aqui fotografado por um paparazzi infiltrado, em plena procissão da Senhora Piedade (para quem se afirma ateu, não está nada mal). Mas ao que parece o nosso romeiro não se ficou por aqui, divertiu-se imenso (chegou a ser visto a dançar com o dos Santos, ao ritmo dos TócaBumbar) e não deixou os seus créditos por mãos alheias ao derrubar duas dúzias de sardinhas e quinze minis. Ao que consta terá também investido na quermesse com grande sucesso e o seu nome já é falado para Mordomo no próximo ano, assim haja uma vaga de fundo. À valente, festa é festa!

4 comentários:

Pirolito disse...

Que desatento que eu ando!
Estive lá, gostei da festa, mas não dei pelo Relaxoterapeuta... Pena minha!!!.
Será que ele andou sempre assim vestido???

Relaxoterapeuta disse...

Estimado Zézé,

o seu atrevimento divertiu-me, comoveu-me até. A tentativa tem o seu mérito, mas acertar num alvo em movimento não está ao alcance de qualquer bucaneiro. A verdade é que não pude desfruir nem das ditosas em honra da Piedosa, nem do bufete, estou longe. O doutor mandou-me a águas para Alcafache, irrigações nasais para debelar a maldita rinite. Enfim, para a semana vingo-me. Vou dar saída do termalismo tradicional e dar entrada no SPA de Vinoterapia, aqui ao lado. Vou envolver-me com algas e polifenóis de uva. Pelos méritos manuais duma massagista que, dizem, faz milagres, vou regalar-me a suaves fricções com pindas e grainhas de uva. Até já me estou a lamber e a salivar. E olhe que, caro Zézé, não sendo eu tão boa boca como o meu amigo, fique vossa mercê sabendo que a referida massajadeira não sendo propriamente uma estampa, não é nada de se deitar fora, com alguma boa vontade é um belo petanisco. Talvez morda o isco...
Adeus e até ao meu regresso.

Pirolito disse...

Meu caro Relaxoterapeuta,
Folgo que tenha reposto a verdade dos factos.
Já não se pode acreditar em ninguém! Veja só, o amigo a banhos, e o ‘desplantado’ do Zézé a afirmar que o viu nas bonitas festas em honra da Senhora da Piedade e de S. Pedro!
Que lábia!... imagine.

Agora no que respeita à sua estada aí por Alcafache, faço bons votos para que se venha a sentir melhor da narigueira e que o tratamento da vinoterapia lhe traga os proveitos por que almeja.
Boas massagens e bons êxitos...

Todos ficamos à espera das suas novidades.
Um gasoso amplexo deste que nem se atreve a querer misturas (sequer em ideia!...) com esses tratamentos vínicos.

Pirolito

Anónimo disse...

http://soliletras.wordpress.com/


São Pedro de Muel
Julho 29th, 2007 às 2:12 am (família)

"Ontém os meus pais levaram o meu irmão e a mim a uma praia muito bonita e que se chama São Pedro de Moel. E que eu já conhecia.

Depois de almoçarmos o pai e a mãe levaram-nos para um parque pequenino que fica em frente a um café que tem um nome muito giro: BAMBI.

Enquanto eles tomavam café na esplanada eu fui tomar conta do meu irmão para perto dos brinquedos.

Reparei que de dois baloiços só um funcionava (porque o outro só lá tinha o sítio) e por isso tive que agarrar o meu irmão porque ele queria tirar de lá uma menina para brincar ele.

Então leveio para o escorrega que está mesmo ao lado, o que eu acho mal porque a correr para ele os mais pequeninos podem apanhar com o balancé na cabeça.

Depois o meu mano foi a correr para outros dois brinquedos de molas que estavam escostados a um pinheiro.

Estava lá já um pai de um menino a ralhar-lhe para não mexer nos brinquedos porque tinham as molas partidas e até não se seguravam em pé. Uma mola até tinha um bico a ver-se muito bem.

Tive que chamar o meu pai porque o João começou a dar-me murros com muita força, porque queria subir para os brinquedos. Até me mordeu no cu e tudo.

Agora eu queria que a pessoa que manda em São Pedro de Muel lesse isto para ver se ele manda arranjar os brinquedos todos e põe lá mais porque no verão dizem que há mais meninos que querem brincar.

Também lhe dizia que eu posso falar ao pai do Noel que é canalizador para arranjar a coluna com o repucho de água que lá está toda estragada sem água nenhuma, porque na próxima vez que a gente lá for a minha mãe evita de ir lá dentro ao café para lavar a boca e as mãos ao João que se sujou todo com o gelado.

Mas todos gostámos muito de ir a São Pedro de Moel."