.
.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Desfile de Carnaval - Toda a Verdade

Esta semana, a propósito do mau tempo que se abateu sobre o desfile de carnaval das escolas e jardins de infância do concelho, organizado pela cambra, em editorial, o director encartado TóZé Berlusconi volta a desferir violento ataque aos organizadores do evento acusando-os inércia e de irresponsabilidade. Mas o director encartado vai mais longe e acusa ainda a cambra de não ter elaborado um "Plano B".

Como nestas coisas devemos ouvir as duas partes contactámos os responsáveis do evento que no entanto se escusaram a comentar "editoriais de pasquins", apenas referindo que "a chuva foi mais uma vergonhosa manobra da oposição" a qual conta nas suas fileiras com "pessoa muito próxima de S. Pedro" e que lhe terá "pedido uma mãozinha para que esta excelente iniciativa fosse boicotada".
Porém, a bem da verdade e de acordo com fonte próxima da coligação maravilha, o FLC está em condições de assegurar que de facto o executivo trabalha bem e tinha preparado, não um plano B, mas sim um Plano C.


Dias antes do evento foram descarregados secretamente nos estaleiros vários milhares de embalagens de Aspirina C para serem distribuidos no final do evento caso as criancinhas se constipassem no desfile.
Uma vez mais fica confirmada o bom trabalho que está a ser desenvolvido pelos responsáveis da cambra e o mau feitio do director encartado.

1 comentário:

Pirolito disse...

Mas afinal quem é que tem razão, o director do pasquim ou o presidente da cambra? Cá por mim e porque sempre ouvi dizer que os extremos se tocam, não voto nem num nem noutro... que venha o diabo e escolha!
Um porque é 'jornalista' de curso tirado nos adultos, o outro porque já devia era estar de pantufas a ler estorinhas aos netos...
Rifar ambos e vender as rifas fora cá da terra, talvez fosse a solução.