.
.

quinta-feira, 10 de maio de 2007

"Há coisas fantásticas, não há?"


"Diversas associações culturais, recreativas e desportivas da Marinha Grande estão preocupadas com o eventual encerramento do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) na cidade, e solicitaram uma reunião ao presidente da Assembleia Municipal. Luís Guerra Marques agendou o encontro para o próximo dia 15."

.

.
Isto sim, isto é cidadania! Aguardamos com interesse a agenda das próximas reuniões a pedido das "diversas associações culturais, recreativas e desportivas" em resultados das suas preocupações. Talvez questionar o Presidente da Assembleia sobre o que tem sido feito para evitar que continuem a encerrar empresas, quem sabe... É verdade alguém viu por aí os sindicatos?
Bem, leiam a notícia com atenção mas não fiquem baralhados com o que o Presidente Guerrilha diz:

.Luís Guerra Marques acedeu ao pedido, e agendou o encontro para o próximo dia 15, às 21h00, no auditório do Museu do Vidro. "Penso que o que as pessoas querem é saber o ponto da situação, saber, em concreto, o que vai acontecer e, se for caso, disso, tomar medidas que evitem o encerramento", explicou o autarca.

Questionado sobre as recentes declarações da deputada socialista Odete João, que revelou que o SAP da cidade vidreira irá manter o horário alargado de funcionamento para os casos mais graves, ao contrário do inicialmente proposto, Luís Marques disse que oficialmente ainda não teve conhecimento de nada, mas adiantou que a manter-se o horário que está em vigor, não serão tomadas quaisquer medidas.

O autarca espera que na reunião da próxima semana, e para a qual foram também convidados a Câmara Municipal, os deputados municipais e todas as pessoas a quem o assunto em análise interesse, tudo fique devidamente esclarecido.

Perceberam?

4 comentários:

Pirolito disse...

Pouco dinâmicas as nossas colectividades?
Quem foi que disse?

Anónimo disse...

Estou confusa. Então mas o Guerra sabe ou não sabe?

Tristonho (com isto tudo) disse...

Olhe anónima, eu também não sei se o Guerra sabe ou não sabe. Agora que o J Barbas Duarte deve saber,disso não tenho muitas dúvidas. Pelo menos, recentemente e numa das nossas mais antigas colectividades ele fez um autêntico comício a propósito do assunto (até muito a despropósito, diga-se). Logo se o outro não sabe é porque anda desatento ou não lê a cartilha do PC cá do burgo...

cmjl disse...

Bem pensado. Quem é que se preocupou, nas 16 empresas que encerraram na Marinha Grande durante o ano 2006. Nem Sindicatos, nem Camara, nem o ilustre Sr. Dr. Eng Advogado, Presidente da Assembleia Municipal, se prerocuparam em ajudar a resolver os problemas destas empresas.
Nunca fecharam tantas emresas de uma só vez na cidade.
..... Bem se calhar foram tantos os apoios dos responsáveis autarquicos que os donos das empresas deslumbraram e ficaram paralizados com a oferta.

.... Nesta terra só para chorar, porque rir não dá vontade nenhuma.
Vão políticamente falar de algo que ainda não sabem, portanto vão pôr-se a adivinhar e inventar. mas a realidade é outra é a campanha eleitoral a começar.

Já agora, para quem esteve na dita reunião, gostaria que alguém pergunta-se ao SR Dr. Eng. Adv, ect porque é que não leu todo o e-mail na sua totalidade, que lhe foi enviado sobre o falado encerramento do SAP, e só leu algumas partes. Por exemplo faltou ler aquela onde o Sr. Vice-presidente da ARS disse que da parte da Camara não lhe foi feita qualquer pedido de esclarecimento sobre o SAP.
..... Vocês querem lá ver que o Sr vice-presidente queria que lhe perguntassem .. Não meu amogo na Marinha os nossos autarcas só dão confiante de Ministro para cima....... PERCEBEU:::::