.
.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2006

"O Papel! Qual Papel? O Requerimento? Qual Requerimento?"

A História escreve-se todos os dias e há factos que devem ficar registados para memória futura.
No passado mês de Outubro comemorou-se o primeiro aniversário do mais trágico desastre ecológico ocorrido na Marinha em Grande, (de que há memória), a contaminação do Parque da Cerca com metais pesados.
Para a posteridade aqui fica mais uma prova de que há políticos preocupados com o nosso bem-estar e que cumprem as suas tarefas com denodo e afinco, nomeadamente, os nossos deputados nacionais (tantas vezes injustamente criticados!). Chama-se José Luis Ferreira e, ao tempo, era deputado à Assembleia da República pelo PEV. Com base em notícias então divulgadas por um jornal local, o Sr. Deputado dirigiu um requerimento (nº 925/X (1ª) – AC) ao Sr. Presidente da A.R. no sentido de solicitar ao Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Desenvolvimento Regional informações sobre o alegado caso da contaminação do Parque da Cerca (ler requerimento).
O Ministério respondeu cerca de dois meses depois deixando tudo em aberto, as análises efectuadas até ao momento em que a resposta foi formulada, levavam à conclusão de que eram inconclusivas (!...) (ler resposta), pelo que se iriam realizar novas colheitas de solo e de águas para análise.
Por cá, todos sabemos o que aconteceu a seguir... (mais ou menos...)
Por lá, não sabemos se o Sr. Deputado ficou satisfeito com a resposta e se tem dormido sossegado, ou se entretanto esqueceu o assunto. Mas já que estamos no Natal, e à falta de melhor contacto, fica aqui à vossa disposição o endereço do Grupo Parlamentar do PEV (PEV.correio@pev.parlamento.pt) para que, caso queiram, enviarem a Boas Festas aos nossos deputados ecologistas e aproveitarem para perguntar se há desenvolvimentos relativos ao perigo que representa a alegada contaminação dum espaço público, com metais pesados.

1 comentário:

UmVigilante disse...

O que podemos lembrar é que o politico local que levantou tal difamação á Cidade, continua impávido e sereno como membro da Assembleia Municipal, continua a dar os seus" bitaites" como grande conhecedor do ambiente, mas que deixou de estar preocupado com a contaminação do parque logo que passou a fazer parte da coligação PCP/PSD, que nos (des) governa.Parece que chegou finalmente à conclusão que esta coligação PCP/PSD, é mais poluente do que a "contaminição" que dizia haver no parque há uma ano e dois meses.