.
.

quinta-feira, 30 de novembro de 2006

Todos diferentes, todos iguais...


(made in Jornal do TóZé Berlusconi - líder da oposição)

Agora expliquem-me como se eu fosse loura... burra, muito burra!...

Se calhar era melhor que os partidos nos informassem qual é a sua estratégia em relação às médias superfícies comerciais, que era para nós percebermos as suas decisões.


"Reverso da Medalha"

Finalmente a Marinha em Grande vai ter uma pista de Street Racing - entre a Rotunda do Big Mac e a Rotunda da Obragem Laranja, uma magnífica pista para soltar a cavalagem e os centrimetros cúbicos, quatro magnificas faixas para assapar. De um lado, centenas e centenas de metros quadrados apelando às compras, do outro, uma mágnifica vista sobre o estádio (sempre superlotado!), as rolotes das bifanas e os esqueléticos campos de ténis. Sugere-se que ao lado das rolotes da bifana se instalem quatro novas rolotes: uma da polícia de trânsito, uma dos bombeiros, uma dos seguros e uma da Agência Pina & Baltazar ("...é sempre a enterrar!"). Fica a sugestão.
É a Marinha em Grande



obs: ficamos a aguardar ansiosamente o comentário do Sr. HóRácio



Márcio Leandro

2 comentários:

Nelson Araújo disse...

Boas tardes!

Eu sugiro a instalação de outras duas roulotes, entre a dos bombeiros e a Pina&Baltazar: a do Cura (para a extrema-unção) e do Delegado de Saúde (para declaração de óbito). LOL

Falando a sério... No espaço de um ano este Executivo, no que concerne às media-grandes superficies comerciais deu uma volta não de 360, mas de 720 graus... um autêntico pião político! Se primeiro se opos e vetou a instalação do Leclerc (embora Barros Duarte tenha votado favoravelmente, lembre-se!)agora vem licenciar a instalação do Feira Nova.

Perguntamos nós (e bem!): porquê? Soubemos que a não autorização ao Leclerc foi supostamente uma medida de defesa às pequenas superficies e ao comércio tradicional da Cidade... mas então... agora já não se importam com esse mesmo comércio tradicional?

Sempre gostaria de saber quais foram as contrapartidas que o Feira Nova cedeu à Câmara e que o Leclerc não deu (apesar de neste caso estar em causa também o ACM que se viu impedido assim de sanear as suas contas e 'ressuscitar')... é que essa do alrgamento da Estrada não convence ninguém! De facto, 4 vias de rodagem num troço de pouco mais de 1km é mesmo e só para 'inglês ver' e para promover a indústria automóvel e afins (com os acidentes a sucederem-se descontroladamente!)

Aguardamos para ver...

Nélson Araújo
Cidadão Padre

CarapauDeCorrida disse...

Bem... agora só receio que um post em tom viperino como este venha fazer com que mais uma vez desapareçam os posts e os comentarios no forum... Confesso que gostaria mesmo de saber o que aconteceu aos posts anteriores... e não me venham com tretas de que foi um virus, pq não foi virus nenhum...

CarapauDeCorrida/Manuel Santos